Celebridades

José de Abreu é condenado pela Justiça em valor surreal após ataque a Jair Bolsonaro

O ator José de Abreu em montagem com a faixa presidencial (Foto: Reprodução)
O ator José de Abreu em montagem com a faixa presidencial (Foto: Reprodução)

José de Abreu tem se envolvido cada vez mais em polêmicas por causa de polêmica, como a grande confusão com Glória Perez no último fim de semana. Uma de suas declarações feitas no início do ano através no Twitter sobre o ataque a Jair Bolsonaro no período das eleições acabou fazendo que o artista fosse punido severamente pela Justiça e em breve ele desembolsará um bom dinheiro de indenização.

+ Famoso da Globo é internado às pressas e estado de saúde gera preocupação

+ Ana Maria Braga comete gafe histórica no Mais Você e diz que Gilberto Gil morreu

+ Léo Santana tenta nova reconciliação com Lorena Improta e inicia greve de sexo

De acordo com o Uol, o ator foi condenado a pagar R$ 20 mil ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após uma postagem no Twitter feita em janeiro, acusando a instituição de financiar a facada dada no presidente no ano passado, já que isso, para ele, teria definido a vitória do político na corrida eleitoral.

José de Abreu escreveu: “Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad, com apoio do hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corruptor Bibi [Netanyahu, primeiro-ministro de Israel]”.

A autora Gloria Perez e o ator José de Abreu viraram desafetos por causa de Jair Bolsonaro (Foto: Montagem)
A autora Gloria Perez e o ator José de Abreu viraram desafetos por causa de Jair Bolsonaro (Foto: Montagem)

O ator acabou incomodando os médicos e funcionários do hospital, que entraram com um processo na Justiça por danos morais e, por isso, ele foi obrigado a pagar o valor. A juíza responsável pelo caso avaliou, de acordo com Alessandro Lo-Bianco do programa “A Tarde é Sua”, que só tomou a decisão para que ele tomasse mais cuidado com o que fala.

José de Abreu, para a magistrada, abusou do direito de expressão e que por isso teria que pensar mais no que dizer em público. Isso, contudo, não foi o que ele fez essa semana. Ao comentar sobre as posições políticas da autoria Glória Perez, ele a comparou a Guilherme de Pádua, assassino de sua filha, Daniella Perez, no início dos anos 90.

+ Mauro Naves deixa a Rede Globo após polêmica de suposto estupro envolvendo Neymar

A autora se revoltou com o que o ator disse e se revoltou. Também no Twitter, ela revelou que vai bloqueá-lo, o chamou de “canalha” e ainda entregou que não vai relembrar tragédias pessoais da vida dele, que perdeu um filho em 1991, após o rapaz se pendurar em uma janela para consertar uma veneziana. Ao programa “Encontro”, o veterano disse que foi a maior dor do mundo enterrar o herdeiro.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;