Celebridades

Lacombe e Poppovic discutem ao vivo na Band por conta de caso de menina morta no Rio de Janeiro

Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic discutiram ao vivo (Foto: Divulgação)
Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic discutiram ao vivo (Foto: Divulgação)

O clima entre Lacombe e Poppovic não estava dos melhores e os dois acabaram batendo boca

Nesta segunda-feira, 23 de setembro, na Band, durante a apresentação do programa Aqui na Band, Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic ficaram irritados e acabaram batendo boca ao vivo.

Tudo aconteceu quando os dois jornalistas abordaram a morta de Agatha Vitória, de oito anos de idade, que morreu após ter sido atingida duas vezes por tiros no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro, na última sexta-feira. Ela estava dentro de uma kombi com a mãe.

+Revoltada com demissão, Record toma medida drástica contra Reinaldo Gottino

+MC Loma é atacada por MC Melody, rebate à altura e arma barraco em público

+Zilu Camargo chama Graciele Lacerda de amante e Leo Dias solta o verbo após barraco

“Terrível essa história, terrível essa política de segurança que não pensa em resguardar a vida da população e sai atirando assim. É isso que acontece. É triste mesmo, é lamentável”, disse Silvia Poppovic ao vivo enquanto comentava a notícia.

“Eu acho ainda um pouco precipitado dizer o que aconteceu. Ainda será feito uma perícia. Eu vejo as pessoas se voltando contra o trabalho da polícia. Eu lembro que, nos anos 80, Leonel Brizola, então governador do Rio, proibiu a polícia se subir nas comunidades. A polícia tem que tomar todo o cuidado para atuar a vida de inocentes, mas a polícia não pode deixar de atuar nessas áreas. Os traficantes estão nessas comunidades exatamente porque ali eles estão protegidos por pessoas inocentes. Então é muito complicado acusar sempre a polícia”, interrompeu Ernesto Lacombe.

Silvia Poppovic não quis esconder seu incômodo com as declarações do jornalista e logo rebateu o seu comentário: “Eu não estou acusando a polícia do Rio de Janeiro, eu estou acusando a política de segurança pública do estado, que permite a política a atirar na cabecinha, como disse o Governador. Quando existe uma política agressiva, de matar quem está na frente, acontece esse tipo de desgraça.”

Sem esperar, Ernesto Lacombe interrompeu a colega e disse: “A gente não sabe realmente se foi a polícia. A gente sabe que os traficantes se protegem. Como acontece na Palestina. Os palestinos se protegem colocando na linha de frente mulheres e crianças”, disse ele.

“Você acha que foi isso que aconteceu?”, questionou Poppovic, irritada. “Eu não sei, quero esperar. Eu não sou perito. Eu quero aguardar”, afirmou Lacombe. A apresentadora então mostrou a sua indignação. “Essa história, para quem é carioca… Me admira muito, Lacombe, você não estar emocionado com essa história”, alfinetou ela.

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Raquel Souza