Laura Neiva

Laura Neiva

Laura Neiva, esposa de Chay Suede, tem epilepsia, vai ao chão em crise aterrorizante e terror é confirmado

Laura Neiva (Reprodução)
Laura Neiva (Reprodução)

Atriz conta sobre terror que vive em sua vida por conta de doença

Com 27 anos, Laura Neiva tornou-se uma das grandes atrizes brasileiras, e ainda, tirou a sorte grande ao formar uma família ao lado do marido, Chay Suede, e ser mãe da pequena Maria, de 4 anos. No entanto, nem tudo são flores na vida da global, isso porque ela é portadora de epilepsia congênita.

Para quem não sabe, a epilepsia se caracteriza pela permanente predisposição do cérebro em causar crises epilépticas e suas consequências neurobiológicas, cognitivas, psicológicas. Na última terça-feira, 01, a atriz e o marido participaram do programa “Conversa com Bial” e contaram um pouco mais sobre a doença.

VAI AO CHÃO EM CRISE ATERRORIZANTE

Durante o bate-papo, Laura Neiva assumiu que nunca escondeu a doença do marido. “Eu sou epiléptica e já tinha contado para o Chay no começo do nosso namoro, mas fazia muito tempo que não acontecia nada”, revelou ela, que lembrou de uma de suas primeiras crises ao lado do ator.

Veja também

Por conta da doença, é normal que a atriz caia no chão durante uma de seus aterrorizantes crises. Por conta disso, Chay Suede se preocupou. “Ficou bem assustado”, afirmou ela.

Logo depois, o ator abriu o jogo como se sentia sobre o assunto: “É muito difícil porque quando ela tem o primeiro episódio, ela fica fica completamente desnorteada”.

Chay Suede Laura Neiva
Chay Suede e Laura Neiva (Foto: Reprodução)

TERROR

Durante um desabafo nas redes sociais, Laura Neiva contou que sentia vergonha de falar que sofria da doença e que chegou até a se recusar a tomar os remédios para o tratamento das crises: “Eu por muito tempo tive vergonha. Primeiro de dizer que eu tinha uma doença assim. E eu tinha muita dificuldade na época que eu eu descobri, de tomar remédio. Eu não achava possível que meu corpo não pudesse lidar com isso sozinho, não queria ficar dependente do remédio. Então eu deixava de tomar””.

Isso fez com que suas crises ficassem ainda piores. Segundo a atriz, após um acontecimento grave, ela percebeu que o remédio não só salvaria a vida dela, como era importante para a tranquilidade de familiares. “Eles ficavam com medo de eu dirigir, medo de eu ficar sozinha, ou tomar banho. Percebendo todos esses riscos, eu resolvi tomar o remédio”, finalizou ela.

Veja agora: Apresentador galã de TV dá basta e resolve se assumir gay de vez: veja fotos   

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários