Celebridades

Celebridades

Luto! Ator da Record é encontrado morto em matagal e família fica em estado de choque

Cineasta morreu de forma repentina (Imagem: Reprodução)
Cineasta morreu de forma repentina (Imagem: Reprodução)

Ator tinha 42 anos de idade e participou da novela Escrava Mãe na Record

Em fevereiro deste ano, um fato trágico aconteceu com um ator da Record TV. Acontece que o artista, chamado de Gilberto, que atuou na novela Escrava Mãe, foi encontrado morto em uma região de mata na beira de um rio, próximo à cidade de Rio Claro, interior de São Paulo.

Ele tinha 42 anos de idade e ficou conhecido pela sua interpretação na novela de Edir Macedo. O culpado pela sua morte ainda não foi encontrado. O caso segue sob investigação da polícia.

De acordo com uma notícia publicada pelo R7 e divulgada pelo Balanço Geral, Gilberto se envolveu com uma mulher casada. Ele havia pedido que ela terminasse o relacionamento com o marido e ficasse apenas com ele.

Depois disso, Gilberto desapareceu e foi encontrado morto na beira do rio. Ele morava sozinho na cidade de Rio Claro. O último trabalho do ator na TV, foi no ano de 2015, onde ele viveu um capataz na novela Escrava Mãe, grande sucesso exibido pela Record.

FAMÍLIA SE MANIFESTOU

Ainda no Balanço Geral, o jornalista Geraldo Luís expôs a versão da família de Gilberto: “Ele estava super feliz da vida e agora acontece isso aí. A gente está desesperado e não sabe o que fazer”, falou o irmão dele emocionado.

Veja também

Ainda de acordo com as informações, Gilberto recebia ligações da mulher, que pedia para que ele permanecesse com ela, mas, o ator se recusava. Gilberto tinha 1,90 de altura e chamava a atenção devido a sua naturalidade em frente às câmeras.

Gilberto foi encontrado morto em matagal (Foto: Reprodução)
Gilberto foi encontrado morto em matagal (Foto: Reprodução)

VÍDEO YOUTUBE: Notícia URGENTE na RedeTV + Fátima Bernardes bate-boca com a Globo

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários