Celebridades

Atriz famosa morre dentro de ambulância ao ser socorrida para o hospital

A famosa atriz Sylvia Miles morreu nesta semana (Foto: Divulgação)
A famosa atriz Sylvia Miles morreu nesta semana (Foto: Divulgação)

A morte da atriz Sylvia Miles, de 94 anos, nesta semana, pegou os fãs da famosa atriz de surpresa e gerou comoção internacional.

A atriz, que já foi indicada ao Oscar por suas interpretações em “Perdidos na Noite” (1969) e O “Último dos Valentões” (1975), não teve a causa de sua morte divulgada.

+Carla Diaz será Suzane von Richthofen no cinema; primeiras imagens são divulgadas e público fica sem acreditar

+Verão 90: Com sede de vingança, Mercedes mira em Lidiane e inicia plano maligno

+Patricia Abravanel rompe protocolo e exibe quarto luxuoso dos três filhos na fazenda da família

A atriz Sylvia estava em sua casa quando começou a se sentir mal. A ambulância foi chamada e apesar do atendimento ter sido rápido, a atriz americana morreu ainda no caminho para o hospital, dentro do veículo que a transportava.

A atriz Sylvia Miles começou a atuar no final dos anos 1940. Estudou no Actors Studio, em Nova York, e fez sua primeira aparição na TV com a série The Mask, em 1954.

+Kayky Brito quebra protocolo, surge sem camisa e detalhe que ninguém sabia impressiona

A atriz Sylvia Miles teve sua estreia em filmes com Assassinato S.A.(1960). Sylvia também se destacou por seu trabalho nos dramas Assassinato num Dia de Sol(1982) e Wall Street: Poder e Cobiça (1987), além da comédia Ela é o Diabo (1989).

A atriz Sylvia Miles (Foto: Divulgação)
A atriz Sylvia Miles (Foto: Divulgação)

Mais um fato lamentável aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 14, em São Paulo. Acontece que o jornalista Clóvis Rossi, que tinha uma coluna no jornal Folha de São Paulo, acabou morrendo depois que passou mal. Semana passada, ele teve que ser socorrido às pressas para o Hospital Albert Einstein, localizado na zona sul de São Paulo. O fato aconteceu na sexta-feira passada, quando Clóvis Rossi sofreu um infarto. Na ocasião, o jornalista ficou internado até ontem.

De acordo com a filha do jornalista, Cláudia, já em casa, em recuperação, Clóvis Rossi acabou passando mal, não resistiu e morreu. Segundo informações do portal G1, o corpo de Clóvis Rossi vai ser velado a partir das 16h, no Cemitério Gethsêmani, localizado no Morumbi, zona sul de São Paulo.

Clóvis Rossi em entrevista ao Conversa com Bial, ele sofreu infarto e foi levado ao hospital, depois passou mal e morreu - Foto: Reprodução/Globo
Assim como a atriz Sylvia Miles, o jornalista Clóvis Rossi morreu – Foto: Reprodução/Globo

O jornalista nasceu em São Paulo, no dia 25 de Janeiro de 1943, dia em que é comemorado também o aniversário da cidade. Atualmente Clóvis Rossi era repórter especial e membro do conselho editorial do jornal “Folha de S.Paulo”, onde trabalhava desde 1980.

Ele sempre escrevia as suas colunas às quintas e domingos. Na quarta-feira, 12, Clóvis Rossi explicou o motivo da sua coluna não ter sido publicado no domingo, 09.

“Serve a presente coluna para explicar minha ausência desde domingo (9) nas páginas desta Folha. É uma satisfação devida ao leitor, se é que há algum. Sofri um micro-infarto na sexta (7), fiz a angioplastia, recebi um stent e, na terça (11), outra angioplastia, com mais quatro stents. Tudo correu perfeitamente bem, graças à extraordinária eficiência e rapidez de atendimento do hospital Albert Einstein, tanto em seu pronto-socorro no Ibirapuera como no próprio hospital, no Morumbi. E, claro, graças ao dr. José Mariani, do setor de Hemodinâmica, que colocou os stents, ao meu médico de toda a vida, Giuseppe Dioguardi, e a meu irmão, também médico, Cláudio Rossi. A alta está prevista para esta quinta-feira (13) e, como o músculo cardíaco não chegou a ser afetado, pretendo retornar à atividade profissional normal na próxima semana. Agradecimento também aos companheiros da Folha que me ampararam e até mentiram dizendo que estavam sentindo minha falta”, escreveu o jornalista na ocasião.

+Susana Vieira, da Globo relembra passado sombrio e faz revelação polêmica: “grandes momentos de TPM”

Entre as famosas frases ditas por Clóvis Rossi, vale destacar a seguinte: “Os rótulos são a coisa que menos me incomodam. Se eu tivesse medo de ser rotulado de coxinha, mortadela, tucano, petista, não estaria há 54 anos ininterruptos escrevendo jornal”. Assim como para a família da atriz Sylvia Miles, desejamos nossos sentimentos para a família de Clóvis nesse momento tão difícil.

 

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;