Celebridades

Celebridades

Luto! Morre famoso goleiro brasileiro com passagens em grandes times de futebol

Famosa morre aos 27 anos e deixa país devastado (Foto: Reprodução)
Famosa morreu aos 61 anos e deixou público devastado (Foto: Reprodução)

Famoso goleiro fez parte de times como Botafogo e Fluminense

O futebol brasileiro está de luto! Morreu aos 74 anos, nesta última segunda (23), o ex-goleiro Wendell, ele teve passagens por grandes clubes como Botafogo, Fluminense e até mesmo pela seleção brasileira. Ele atuou profissionalmente entre os anos de 60 e 80.

Após ter se aposentar, ele trabalhou como preparador de goleiros. No ano de 1994, 98 e 2006, ele integrou a comissão técnica da seleção como treinador de goleiros nas Copas dos Estados Unidos, França e Alemanha.

Wendell Lucena era conhecido como “goleiro da camisa amarela” e teve duas passagens pelo alvinegro, onde ele foi revelado. A primeira em 1968 e outra entre 1971 e 1977, ele foi o goleiro do time na campanha do vice-campeonato brasileiro de 71, quando o Botafogo perdeu para o Atlético-MG na final, e do título da Taça Guanabara de 74.

Ele ainda ficou marcado por ter sofrido o gol de Roberto Dinamite no Campeonato Carioca de 76, quando o ídolo vascaíno, dentro da área, deu um lençol no zagueiro Osmar e emendou um voleio no ângulo.

Wendell também foi convocado para a seleção e jogou em sete oportunidades, entre 1973 e 1974, por pouco ele não foi o titular da seleção na Copa de 74. Acontece que ele sofreu uma lesão no ano do mundial que o impossibilitou de disputar a competição em que o Brasil teve Emerson Leão como Arqueiro.

Veja também

Wendell tinha 74 anos e foi um grande goleiro (Foto: Reprodução)
Wendell tinha 74 anos e foi um grande goleiro (Foto: Reprodução)

Por meio de uma nota, o Botafogo lamentou o falecimento do ex-goleiro:

“O Botafogo de Futebol e Regatas lamenta o falecimento de Wendell, ex-goleiro do clube, que nos deixou aos 74 anos, na madrugada desta segunda-feira (23/05), em Recife, onde morava com a sua família. O Clube manifesta solidariedade e deseja força aos familiares e amigos neste momento difícil.

Wendell defendeu as cores alvinegras na década de 70 e, com atuações de destaque, chegou até a seleção brasileira. Identificado com o Glorioso, foi referência na posição durante sua passagem como atleta e serviu de inspiração para a sequência de arqueiros que vieram posteriormente.

Com mérito e reconhecimento, integra a seleta lista dos grandes goleiros que estiveram sob as metas alvinegras ao longo de toda a história. Após encerrar a carreira como jogador, Wendell se tornou Preparador de Goleiros e retornou à seleção brasileira, participando da campanha na Copa do Mundo de 2006.

Como forma de luto e em ato simbólico, a bandeira do clube ficará a meio mastro, na sede histórica de General Severiano. O Clube também vai solicitar junto à CBF uma homenagem póstuma de “Minuto Silêncio”, na partida entre Coritiba x Botafogo, no próximo domingo, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Obrigado e descanse em paz, Wendell! Nas redes sociais, o ex-goleiro Cláudio Taffarel lamentou a morte de Wendell, com quem trabalhou na seleção brasileira.”

VÍDEO YOUTUBE: Maiara e Fernando terminam DE NOVO e Léo Dias expõe o que aconteceu

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários