Celebridades

CelebridadesMúsica

Magistradas citadas em vídeo polêmico que envolve Leonardo e Desembargador de Santa Catarina, se manifestam

Leonardo e desembargador de SC em vídeo polêmico (Foto: Reprodução)
Leonardo e desembargador de SC em vídeo polêmico (Foto: Reprodução)
Leonardo e desembargador de SC em vídeo polêmico (Foto: Reprodução)
Leonardo e desembargador de SC em vídeo polêmico (Foto: Reprodução)

Duas mulheres envolvidas no vídeo gravado por um Desembargador na porta de um restaurante junto com o cantor Leonardo, se manifestaram em favor do colega de trabalho. No vídeo divulgado as duas mulheres defendem o Desembargador dizendo que existe amizade e intimidade de muitos anos suficientes para tal “brincadeira”.

No vídeo em questão, Leonardo foi abordado na porta de um restaurante em Santa Catarina, pelo Desembargador que cita o nome de várias juízas e colegas de trabalho, no meio da gravação o Desembargador dispara: “Nós vamos aí comer vocês” . Leonardo fica desconcertado e o homem continua: “Ele segura e eu como”.

+Filhos de cantor Leandro, da dupla com Leonardo, postam foto juntos e semelhança com o pai impressiona

Depois de viralizado, o vídeo chocou diversos órgãos e organizações em favor das mulheres. O Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público e a Associação Brasileira de Mulheres de Carreiras Jurídicas, pediram as devidas providências aos responsáveis já que é inadmissível uma brincadeira nesse tom desrespeitoso às mulheres: “É inadmissível o comportamento sexista adotado pelo desembargador”.

O TJSC também solicitou apurações e providências, já que tomou conhecimento do vídeo somente pela imprensa: “De pronto solicitou ao magistrado informações sobre o ocorrido e, a partir dos esclarecimentos, definirá quais as providências a serem adotadas”.

Veja também

+Sertanejo, Fernando usa tática bem diferente para não usar aliança de compromisso, de namoro com Maiara

O Desembargador pediu desculpas através da nota que entre outras coisa diz: “foram inadequadas, infelizes e que, de fato, acabam por reforçar uma cultura machista que ainda é latente em nossa sociedade (…) sirva de lição não só para mim, mas para todos os homens que tratam um assunto muito sério como se fosse brincadeira”.

A assessoria do cantor Leonardo não se manifestou sobre o caso.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

“Ele segura e eu como” MACHADO Jr, Jaime, desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. #JaimeMachadoJunior #CantorLeonardo

Uma publicação compartilhada por @ brasilesselugar em


Segue a Integra das Notas, divulgadas pelo site G1:

  • Desembargador Jaime Machado Júnior:

Na tarde de hoje, fui surpreendido com a veiculação de um vídeo em que apareço ao lado do cantor Leonardo, em um encontro entre amigos, no qual faço comentários dirigidos a algumas colegas magistradas, com as quais possuo laços de amizade já de muitos anos. Inicialmente, quero esclarecer que em nenhum momento tive a intenção de ofender, menosprezar e mesmo agredir as minhas colegas, nem as mulheres em geral.

Reconheço que as colocações foram inadequadas, infelizes e que, de fato, acabam por reforçar uma cultura machista que ainda é latente em nossa sociedade. Assumo os meus erros e com eles procuro aprender. Espero que este episódio sirva de lição não só para mim, mas para todos os homens que tratam um assunto muito sério como se fosse brincadeira.

  • Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público e Associação Brasileira de Mulheres de Carreiras Jurídicas

O Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público, que congrega em torno de 500 promotoras e procuradoras de todo o país e a Associação Brasileira de Mulheres de Carreiras Jurídicas, filiada à Fédération Internationale des Femmes des Carrières Juridiques, e com quase 3.000 associadas no Brasil, manifestam repúdio às declarações do desembargador Jaime Machado Júnior em vídeo que circula nas redes sociais, no qual o referido, vinculado ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, dirige ofensas a magistradas.

Num país em que uma mulher é estuprada a cada 10 minutos, é inadmissível o comportamento sexista adotado pelo desembargador, que, ainda que em tom jocoso, expõe as magistradas destinatárias da mensagem como objetos sexuais e banaliza a conduta de violência sexual, atingindo todas as mulheres, reforçando uma cultura machista e misógina que, infelizmente, ainda insiste em violar os direitos mais basilares da população feminina diariamente.

VÍDEO YOUTUBE: Sonia Abrão ESCORRAÇA fim de Simone e Simaria + Band tem REVIRAVOLTA com Faustão e Zeca Camargo

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários