Celebridades Maju Coutinho

Maju Coutinho, brutalmente atacada por gangue, consegue justiça em crimes hediondos

Justiça condena acusados de proferirem ataques racistas contra Maju Coutinho (Montagem: TV Foco)
Justiça condena acusados de proferirem ataques racistas contra Maju Coutinho (Montagem: TV Foco)

Maju Coutinho, apresentadora do Jornal Hoje, teve no início do ano a notícia de que alguns membros da gangue que a atacou com injúrias, foram condenados pela justiça

Maju Coutinho, depois de mais de quatro anos entre investigações e processos, conseguiu receber a informação que duas pessoas foram julgadas e condenadas a pagarem pelos crimes de racismo e injúria racial, no início de março.

+ William Bonner, após ameaça de morte e choro na bancada, vira alvo de Leonardo para milhões: “Não é o melhor”

+ Flávio Migliaccio, da Globo, se suicida aos 85 e deixa carta destruidora: “Não deu”

A justiça entendeu que Erico Monteiro dos Santos e Rogério Wagner Castor Sales foram culpados por criarem perfis falsos, invadirem contas da Globo e proferirem ofensas extremamente cruéis e criminosas contra Maju Coutinho. A sentença foi proferida pelo juiz, Eduardo Pereira dos Santos Júnior, da 5ª Vara Criminal da Capital Paulista, e as informações são do G1.

Em 2016, Erico, Rogério, Kaique Batista e Luis Carlos Araújo foram denunciados pelo Ministério Público de São Paulo, após ampla investigação sobre ataques cibernéticos com conteúdo racista contra Maju.

As investigações resultaram em um inquérito de 18 páginas. Nelas, a polícia chegou aos nomes dos acusados após apreenderem o computador de Kaique Batista. O crime contra Maju tomou proporção nacional e gerou uma série de movimentos contra o Racismo: “Somos Todos Maju” com ampla cobertura no Jornal Nacional.

Ainda sobre as investigações do crime contra Maju, a polícia também descobriu que os líderes organizaram uma gangue virtual, marcavam hora para encontro na internet e ainda aliciavam menores para praticarem ataques contra a jornalista da Globo. O crime também contava com a participação de especialistas em informática.

CONDENAÇÃO

Pelos crimes, Érico foi condenado a seis anos de reclusão enquanto Rogério a cinco anos em regime semiaberto mais multa. No entanto, os dois condenados poderão recorrer da sentença em liberdade.

Já Kaique Batista e Luis Carlos Felix de Araújo, que também foram denunciados pelo Ministério Público, acabaram absolvidos pelo juiz por falta de provas.

Maju Coutinho, na época dos ataques, ainda atuava como a moça do tempo. Atualmente, a jornalista é apresentadora oficial do Jornal Hoje que ocupa boa parte do horário da tarde na grade da Globo.

Maju Coutinho pediu a homem que não saia da quarentena (Reprodução)
Maju Coutinho durante premiação do Faustão(Reprodução)

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Mozuka Braga

Formado em Publicidade, Rádio e TV e Teatro é um apaixonado pelo mundo do entretenimento, principalmente séries e novelas. Em 2016 também concluiu sua pós em Produção Executiva e Gestão de TV pela FMU.