Malhação Novelas

Malhação aborda coronavírus em final antecipado e autor enfrenta dificuldade após decisão imposta pela Globo

Rita (Alanis Guillen) e Filipe (Pedro Novaes) em Malhação: Toda Forma de Amar; autor teve dificuldade em aceitar final antecipado (Foto: Globo/Paulo Belote)
Rita (Alanis Guillen) e Filipe (Pedro Novaes) em Malhação: Toda Forma de Amar; autor teve dificuldade em aceitar final antecipado (Foto: Globo/Paulo Belote)

Autor de Malhação: Toda Forma de Amar, Emanuel Jacobina teve dificuldade em aceitar decisão da Globo de encerrar novela antes do previsto

Malhação: Toda Forma de Amar chega ao fim nesta sexta-feira (03), quando será levado ao ar seu último capítulo. E a novela foi mais uma das produções afetadas pela paralisação das gravações nos Estúdios Globo por causa da pandemia de coronavírus. Autor da trama, Emanuel Jacobina confessou que teve dificuldade em aceitar o final antecipado de sua novela, que foi reduzida em três semanas.

A pandemia de coronavírus trouxe um desafio para Emanuel Jacobina, autor de Malhação: Toda Forma de Amar. Com a temporada já entrando em sua reta final, ele precisou adaptar rapidamente o desfecho da história, e garante, com orgulho, que o público terá um final belo e empolgante.

+ Malhação: Mistério chega ao fim e Rita é encontrada; saiba como será o desfecho

+ Atriz de Fina Estampa deixa o Brasil e expõe drama por causa da novela: “Questão de honra”

FINAL DA NOVELA DA GLOBO ABORDARÁ CORONAVÍRUS

“O final foi antecipado porque não se podia continuar gravando. A Globo me pediu para sintetizar a história e eu fiz isso da melhor maneira possível no pouco tempo disponível. Levei o assunto do coronavírus para dentro da trama. No último capítulo, Rita e Filipe andam pela cidade cenográfica completamente deserta e conversam abertamente sobre o efeito da pandemia com o público”, revela o autor sobre as alterações na trama.

AUTOR DE MALHAÇÃO QUASE CRIOU DIFICULDADE

Emanuel Jacobina, no entanto, confessa que teve foi difícil aceitar a decisão da Globo: “A direção da emissora estava coberta de razão de encerrar as gravações o quanto antes. Mas confesso que tive dificuldade de aceitar isso, inicialmente, mas logo compreendi que a vida de qualquer pessoa é mais importante que qualquer história”.

Emanuel Jacobina, autor de Malhação: Toda Forma de Amar (Foto: Isabella Pinheiro/Globo)
Emanuel Jacobina, autor de Malhação: Toda Forma de Amar (Foto: Isabella Pinheiro/Globo)

Ele também falou sobre como enxerga o resultado do trabalho após meses: “Foi um processo muito intenso de criação e felizmente tivemos sucesso de audiência e de crítica. O mais interessante foi decidir experimentar uma abordagem mais adulta, ou melhor, uma abordagem sobre a vida de jovens mais velhos do que habitualmente faço em Malhação. Acho que agradou bastante ao público com seus temas sobre os adolescentes, e teve uma abordagem séria de temas universais, como a adoção, a violência urbana, o perigo que a milícia representa para todos nós, o racismo e as dificuldades que os pais têm de entender e tolerar a homossexualidade”.

Questionado sobre o que o público pode esperar dos últimos capítulos de Malhação, o autor garantiu que serão emocionantes. “Teremos momentos de muita emoção. E um thriller policial que nos levará ao cativeiro de Rita”, disse Emanuel Jacobina.

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Vitor Peccoli

Publicitário, Vitor escreve sobre TV desde 2013 e, aqui no TV Foco, traz as principais notícias do surpreendente mundo da televisão e seus bastidores.
E-mail: vitor@otvfoco.com.br