Band Celebridades

Mara Maravilha vai no programa de Catia Fonseca, na Band, critica Ratinho, Chris Flores e dispara: “Não sou homofóbica”

As apresentadoras Catia Fonseca e Mara Maravilha (Foto: Reprodução/ Instagram)

A apresentadora do SBT, Mara Maravilha participou na tarde de hoje do programa Melhor da Tarde com Catia Fonseca na Band, no quadro Caixa Surpresa. Como de praxe, a apresentadora falou de tudo e de todos e não polpou críticas aos seus colegas de emissora, Ratinho, Carlinhos Aguiar e Chris Flores.

+“Às vezes não uso nem calcinha”, revela Mara Maravilha, aos 51 anos

A apresentadora começou falando sobre sua preferência entre suas capitais do coração: Bahia ou São Paulo? Mara escolheu Bahia. Quando questionada se prefere cinta-liga ou espartilho, a apresentadora disse que não gosta de nada que lhe aperte.

Catia Fonseca também perguntou a Mara qual o seu maior arrependimento, e ela respondeu: “não ter ficado calada.” Quando questionada qual filha de Silvio Santos ela prefere, Rebeca Abravanel ou Patrícia Abravanel, a apresentadora do SBT disse que gosta das duas por igual.

Mara Maravilha também revelou que já tentou fazer inseminação artificial, ela disse que não foi uma coisa ruim, mas não deu certo, infelizmente. Mas Mara também deu uma boa notícia: “Eu já estou com meu cadastro de adoção e estou passando pelo psicólogo que faz parte do processo para adotar. Logo que casei, achei que estivesse grávida, mas não deu certo.”

A apresentadora do SBT também foi questionada sobre seus amores: “Nunca namorei com alguém mais velho que eu. “Maduro” não quer dizer somente idade, tem que respeitar a mulher”.

Mara disse que é muito família e que adora estar perto de sua avó, tios e seu noivo: “Família é tudo!”

Na parte mais polêmica do quadro, Mara falou sobre o patrão Silvio Santos: “Protegida de Silvio?Sou protegida por Deus, e ele me corrige, ele não me dá tudo que eu quero, me dá tudo que eu preciso. Sinto que as pessoas tem muito ciúmes da minha relação com Silvio. Silvio é muito especial na minha vida e na vida de muita gente.”, disparou a participante do quadro jogo dos pontinhos. Mas Mara não parou por aí, ela ainda falou sobre outros colegas de emissora.

“Eu não preciso apagar a luz de ninguém pra brilhar. Falam que eu puxei tapete das colegas, eu sei a verdade.”

No momento do quadro em que Mara Maravilha tem que dizer se curte ou não determinados artistas, a apresentadora disse que não iria curtir o Ratinho: “Não vou curtir o Ratinho, do nada me tiraram da atração, justo quando eu mais precisava.” 

Já para Eliana, a apresentadora teceu vários elogios: “Respeito muito a Eliana, me fez participar de bons quadros em seu programa, nos damos bem desde quando ela foi pro SBT.”

+Marina Ruy Barbosa se recusa a tirar fotos com José Loreto em festa final de O Sétimo Guardião

A apresentadora Mara Maravilha fala sobre polêmicas no Melhor da Tarde, da Band. (Foto: Reprodução)

Para a apresentadora do Fábrica de Casamentos, Chris Flores, Mara também levantou a plaquinha do “não curtir”. Ela explicou falando que foi convidada para participar do programa, mas não achava que era a hora certa. Então declinou. Quando resolveu casar, a direção do programa disse que já estava com os programas fechados e a Chris ainda deu entrevista falando algumas coisas sobre ela.

Para Mamma Bruschetta, Mara também deu um não curtir, na verdade, ela explicou que faltou tempo para que o ator que interpreta o personagem, Luiz Henrique, a conhecesse melhor: “Tivemos um desentendimento.”

Já para Leo Dias, Mara resolveu dar um “curtir”, graças as palavras que o apresentador disse quando também participou do programa da Band. Para Carlinhos Aguiar, Mara misturou as placas: “Ele foi no programa da Luciana Gimenez e falou um monte de coisas e eu pensei, essa não sou eu. Eu não puxei o tapete de ninguém. Mas hoje no camarim, nosso relacionamento é bom.”

Catia também tocou em um dos assuntos mais polêmicos que envolve Mara Maravilha, a questão de ligar seu nome à práticas de homofobia: “Eu não sou homofóbica. Eu gosto de homem e sou cercada de gays, gosto e respeito, esse rótulo não me cabe. A gente não pode viver em uma patrulha, em uma ditadura. E tudo que a gente faz volta pra gente”. 

Ela acredita que essa ligação quanto a questão da homofobia está ligada a um desentendimento que teve com Daniela Mercury no passado.

Mais para o final do quadro, Mara recebeu uma homenagem de seu amigo Sérgio Malandro, que disse estar com saudades das cocadas da mãe da apresentadora. A apresentadora ainda se emocionou ao ver imagens cantando com sua mãe no SBT e chorando disparou: “Ela é viva dentro de mim.”

Mara Maravilha no Jogo dos Pontinhos no SBT. (Foto: Reprodução)

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!