Globo TV Foco

Urgente: Âncora da Globo recebe notícia de morte, vai aos prantos ao vivo e não consegue apresentar jornal

Maria Beltrão chora ao vivo na Globo (Reprodução)
Maria Beltrão, âncora da Globo, chora ao vivo na Globo (Reprodução)

Maria Beltão chora ao vivo durante telejornal da Globo nesta quinta-feira. 8

Maria Beltão chorou durante o início do “Estúdio i” nesta quinta-feira, 8, devido a entrevista coletiva sobre o caso do menino Henry, morto aos quatro anos. A âncora da Globo estava se despedindo de Cecilia Flesch, âncora do “Jornal das Dez”, e ficou sem palavras devido a emoção.

Sem conseguir completar uma frase, Maria Beltão demonstrou pânico com o caso. “Obrigada, Cecilia querida, um bom trabalho aí para você… É, a gente está falando de uma realidade inominável. A gente está falando de… Ah, já vou chorar”, disse ela, sem graça e interrompendo a declaração.

Comovida com o caso, Maria Beltão não conseguiu apresentar o telejornal da Globo. “A gente está falando de algo difícil de se qualificar ou definir. O que a Cecilia acabou de mostrar, com essa entrevista coletiva, –e me desculpe por me emocionar, a gente vive em uma época difícil, né?– com essa troca de mensagens”, contou a âncora da Globo.

A âncora da Globo ainda ressaltou o quão sério é o caso de Henry. É muito sério, muito triste. Então, eu peço licença para chamar o intervalo. Estamos aqui, eu, [André] Trigueiro e [Octavio] Guedes… Desculpem o meu descontrole emocional”, completou ela que iria pedir os comerciais.

No entanto, Guedes a impediu de chamar os comerciais para prosseguir com a notícia no lugar dela até que se recompusesse. No Twitter, diversos telespectadores comentaram sobre a sensibilidade de Maria Beltão.

MORTE

A história pela qual Maria Beltão chorou foi de Henry, um menino de quatro anos que foi encontrado morto no quarto da casa de sua mãe, Monique Medeiros, e do padrasto, o vereador Jairinho, na Barra da Tijuca, na madrugada de 8 de março. No relato, o casal alegou que o menino sofreu um acidente em casa e foi encontrado com os olhos revirados e sem respirar.

No entanto, os laudos da necropsia do menino e da reconstituição no apartamento afastam a hipótese defendida pelos dois. A polícia acredita que o vereador teria praticado tortura com o menino, semanas antes de sua morte, e que sua mulher sabia.

PRESOS

Vale ressaltar que Monique e Jairinho foram presos temporariamente nesta quinta-feira,8,  suspeitos de tentar atrapalhar as investigações.

Maria Beltrão, âncora da Globo
Vereador Dr. Jairinho é preso pela morte do menino Henry Borel, no Rio (Foto: Reprodução)

Confira as mensagens carinhosas que a âncora da Globo recebeu dos telespectadores:

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Giovana Mori