Marília Gabriela

Marília Gabriela

Marília Gabriela tem escândalo milionário exposto e polícia é convocada: “Desvio de dinheiro”

Marília Gabriela
Marilia Gabriela exige receber de volta cerca de 1 milhão de reais (Foto: Divulgação/TV Globo)

A apresentadora e seus filhos investiram 1 milhão na rede de restaurantes e exigem o dinheiro de volta

Mesmo longe da TV há 5 anos, Marília Gabriela continua com sua vida profissional a todo vapor e tem se dedicado ao mundo dos negócios. No entanto, em um dos seus investimentos, a jornalista se envolveu em um verdadeiro escândalo.

Segundo a coluna Léo Dias, do Portal Metrópoles, Marília Gabriela abriu um processo contra a rede de restaurantes Paris 6, de Isaac Azar pelo “sumiço” de R$ 1 milhão que foram investidos pela apresentadora e seus filhos, Cristiano e Theodoro Cochrane.

Segundo a reportagem feita pelo site, a famosa e seus filhos são investidores do Paris 6 desde 2014, época em que Marília Gabriela ainda estava no ar pelo SBT.

Mas o que parecia uma receita infalível num investimento de sucesso começou a desandar em 2015.

Depois de uma reorganização das empresas dentro do grupo Paris 6, todos os investimentos passaram a ser de uma só empresa. E o H1 Restaurantes e Participações se tornou uma sociedade por ações. Isaac Azar foi eleito o diretor presidente da sociedade.

Veja também

Em abril de 2021, Marília Gabriela e o filho Theodoro quiseram receber de volta o valor investido na sociedade, cerca de 1 milhão de reais, no entanto, segundo fontes de Léo Dias, o empresário teria se recusado a fazer a devolução.
Além disso, o magnata teria omitido os balanços financeiros do grupo, gerando um tremendo escândalo com os sócios do Paris 6.

Em maio de 2021, sem qualquer resposta quanto as finanças da rede de restaurantes, Marília Gabriela e seus filhos entraram com um processo pedindo para que a justiça determina que Isaac Azar mostre os balanços patrimoniais da sociedade.

Em 30 de junho, o juiz mandou chamar os sócios do Paris 6 para que apresentassem os tais balanços. No entanto, a defesa do Paris 6 não anexou ao processo nenhum documento do balanço patrimonial da companhia.

Ainda insatisfeitos, a jornalista e o filho pedem que a justiça determine a exibição dos documentos, nem que seja de forma coercitiva. Ou seja: que o juiz responsável pelo processo envie um oficial de justiça para retirar os documentos na empresa, numa operação que pode ter, inclusive, o apoios de agentes da polícia.

DEFESA DO PARIS APONTA DESVIO DE DINHEIRO

Paris 6
A rede Paris 6 tem diversos restaurantes espalhados pelo Brasil e fora do país (Foto: Divulgação)

Procurados, os responsáveis pela rede Paris 6 se defenderam alegando que aceitaram o resgate dos investimentos feitos por Marília Gabriela e Theodoro Cochrane, mas afirmaram que teriam até maio de 2022 para efetuar a devolução.

Ainda de acordo com a empresa, após os problemas na gestão passada, a rede não está bem do ponto de vista contábil. Na época da administração citada, uma funcionária teria sido presa em flagrante por desvio de dinheiro do grupo e os desvios teriam provocado as dificuldades financeiras atuais.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários