Celebridades

Celebridades

Marina Ruy Barbosa ampara fã que sofreu abuso sexual e recorreu ao suicídio

Marina Ruy Barbosa é protagonista da novela O Sétimo Guardião
Marina Ruy Barbosa é protagonista da novela O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução/Globo)
Marina Ruy Barbosa é protagonista da novela O Sétimo Guardião
Marina Ruy Barbosa é protagonista da novela O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução/Globo)

Desde que aconteceram as denúncias contra João de Deus no programa Conversa com Bial da Globo, aproximadamente 300 mulheres entraram em contato com a polícia para prestar queixa contra o médium. Como o caso abominável ainda está sendo apurado e investigado, o tema é muito comentado pelos internautas perante os principais noticiários do Brasil, até então poucas celebridades se manifestaram sobre este caso, entre elas está Marina Ruy Barbosa.

+ Famosos da Record, da Globo e SBT quebram pau e batem boca ao vivo em atrações de sucesso

Ela que está interpretando Luz a protagonista da novela das nove O Sétimo Guardião, é muito ativa nas redes sociais e publicou em seu perfil no Instagram um incentivo para que mulheres que sofreram abuso se manifestarem, falarem e mesmo denunciarem. Em sua legenda, ela disse: “OUÇAM AS MULHERES! ‘A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês.’ A voz de todas importa sim!”, relatou no post que recebeu aproximadamente 200 mil curtidas.

+ Xuxa faz grave revelação sobre João de Deus e deixa os fãs em choque com confissão

Em um dos comentários, Laysla Dhewry chamou a atenção por dizer: “Fui vítima de abuso do meu irmão e padrasto, não contei na época e carrego um fardo que acaba hoje. Porque decidi da um fim a minha vida. Deus tenha misericórdia de mim”, disse a fã. Imediatamente, as pessoas se mobilizaram para amparar a jovem, inclusive a atriz que respondeu: “Ei! Não precisa carregar fardo nenhum! A culpa NÃO é sua!”, garantiu. Momentos mais tarde, a técnica em enfermagem publicou stories relatando que sentia desespero, síndrome do pânico e ansiedade generalizada que precisava de apoio. E logo em seguida ela deixou um agradecimento as pessoas que lhe mandaram mensagens, além de Marina. Fora isso, ela tem um canal no Youtube que serve como uma espécie de terapia. Confira:

 + Pedro Bial exibe denúncias contra João de Deus e sobrepassa concorrentes da Globo

Confira a publicação de Marina Ruy Barbosa:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

OUÇAM AS MULHERES! “A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês.” A voz de todas importa sim! 👊🏻

Uma publicação compartilhada por Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) em

 

E agora veja o comentário:

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários