VOLTOU

Retorno TRIUNFAL: Montadora tradicional ressurge das cinzas após anos do fim e venda à Fiat

07/09/2023 às 18h37

Por: Paulo Damião
Imagem PreCarregada
Montadora voltou à ativa após venda à empresa italiana (Foto: Divulgação/Fiat)

Após fim decretado pela Fiat, a FNM, ou Fenemê, ressuscitou e voltou a fabricar caminhões para os centros urbanos

Uma montadora brasileira que produziu vários caminhões no passado ressuscitou das cinzas após ter fim decretado pela Fiat. A Fábrica Nacional de Motores (FNM), também conhecida como Fenemê, recebeu uma nova chance em 2020.

De acordo com a CNN Brasil, a FNM batizou uma linha de caminhões elétricos produzida em Caxias do Sul (RS). Por trás do projeto estiveram os empresários José Antonio e Alberto Martins, filhos de José Antonio Fernandes Martins, que foi executivo da Marcopolo por 53 anos e é um dos acionistas da fabricante de carrocerias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O maior diferencial dos novos modelos da marca, que foi rebatizada de Fábrica Nacional de Mobilidades, é que todos os caminhões são elétricos. A produção acontece nas instalações da Agrale, que também fabrica ônibus.

Seus principais componentes, como bateria, motor e sistema digital, foram importados dos Estados Unidos. A Agrale produzirá os veículos e a montagem final será feita pela FNM.

Continua após o Veja Também

Veja também

Modelos clássicos de caminhões da FNM (Foto: Jason Vogel/Wikimedia Commons)
Modelos clássicos de caminhões da montadora FNM (Foto: Jason Vogel/Wikimedia Commons)

Os responsáveis pelo revival da marca trabalharam no projeto por quatro anos. Os caminhões da empresa para transporte terão foco para trabalho em centros urbanos, e são chamados de VUCs, com capacidade de carga entre 13 e 17 toneladas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O motor elétrico terá até 130 quilômetros de autonomia. O valor do investimento ainda não foi revelado. Futuramente o grupo também pretende produzir ônibus elétricos.

PRIMEIROS EMPLACAMENTOS

Os primeiros emplacamentos do ressurgimento da FNM aconteceram em abril de 2023. De acordo com o Blog do Caminhão, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) reconheceu o registro desses veículos. Já são três modelos da marca: o 831, 832 e 833.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

QUAL É A RELAÇÃO DA FIAT COM A FNM?

A FNM surgiu em 1942, na cidade de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. A empresa produziu motores aeronáuticos, mas sete anos depois se tornou a primeira montadora brasileira a produzir caminhões.

A Alfa Romeu, empresa italiana, comprou a FNM no Brasil, mas logo a Fiat comprou a montadora. Em 1985, a empresa tirou a marca brasileira de circulação e investiu em outras produções. As instalações da fábrica fluminense hoje pertencem à Marcopolo.

Novos modelos da FNM (Foto: Reprodução/Blog do Caminhão)
Novos modelos da FNM (Foto: Reprodução/Blog do Caminhão)

🚨 Xuxa expõe podre do marido de Sasha + Graciele Lacerda recebe at4ques após gravidez + Faro é DETONADO    

Alfa Romeo
fiat
FNM
Paulo Damião

Autor(a):

Eu sou Paulo Damião, jornalista formado pela FIAM-FAAM, em 2020. Trabalho com celebridades desde 2017 e admiro tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Já entrevistei artistas, participei de coletivas de imprensa e sou responsável por desenvolver vários especiais de destaque no TV Foco.Meu email é [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.