Globo

Globo

Moradores do MS estão revoltados e fazem protestos contra a Globo

Emissora
(Foto: Divulgação)

Os moradores do Mato Grosso do Sul estão fazendo uma campanha nas redes sociais contra a TV Globo, que confundiu o estado com o vizinho, Mato Grosso, três vezes em menos de duas semanas. Os protestantes disseram que irão entregar camisetas para William Bonner e Ana Maria Braga, com a frase ‘‘Mato Grosso do Sul, Por Favor’’.

‘‘A Globo ‘vende’ a imagem que seus apresentadores do JN são cultos e respeitáveis, mas os ignorantes não passam de pobres mortais que fugiram das aulas mais simples de geografia na escola!’’, escreveu um internauta.

Na última terça-feira (20), na abertura do Jornal Nacional, Poeta informou:

‘‘Operação da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, o governador Silval Barbosa, do PMDB, paga fiança para não ser preso’’.

O governador citado, na verdade, é do Estado vizinho, Mato Grosso. No bloco seguinte, Bonner corrigiu o erro:

Veja também

‘‘O governador de Mato Grosso, e não de Mato Grosso do Sul como eu disse erroneamente na abertura do Jornal Nacional’’.

Já no ‘‘Rumo à Copa’’, a emissora cometeu um erro gravíssimo. Na madrugada de segunda para terça-feira (20), a TV Globo colocou Mato Grosso e a capital, Cuiabá, no mapa do Mato Grosso do Sul.

Ana Maria Braga também se confundiu. ‘‘No Mais Você’’, a apresentadora disse que Campo Grande ficava no Mato Grosso em uma reportagem que testava a honestidade do brasileiro em várias capitais.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários