UAU!

Fim de uma era nos pedágios: Motoristas de SP comemoram extinção nas rodovias em 2024

25/06/2024 às 5h00

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
Novo sistema de pedágio coloca fim em uma era de transtornos (Foto: Reprodução/Montagem/Lennita/TV Foco/Canva)

Pedágios ganha novidade que promete facilitar a vida de milhares de motoristas neste ano de 2024

Os pedágios funcionam como um direito de passagem, em que um veículo pode atravessar para outra região somente por meio de um pagamento de determinada tarifa.

No local, existem cabines para fazer a cobrança, cuja qual na maioria das vezes é feita no dinheiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A grande questão é que ao mesmo tempo que eles são necessários, uma vez que o valor pago através deles são direcionados para investimentos nas estradas e recursos, eles costumam gerar certos transtornos.

Entre eles, as filas quilométricas são as mais desgastantes para os motoristas. Porém, uma novidade está chegando para amenizar e colocar o fim da era dessa situação e facilitar ainda mais as viagens.

Continua após o Veja Também

Veja também

Os pedágios estão espalhados pelas rodovias do Brasil (Reprodução: Internet)
Os pedágios estão espalhados pelas rodovias do Brasil (Reprodução: Internet)

Mais facilidade e menos filas

Segundo o portal Auto Esporte, agora os brasileiros poderão contar com o Pedágio Free Flow, que deverá ser instalado em rodovias do Estado de São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sua implementação está programada a partir do dia 1° de agosto, em duas praças da SP-333:

  • Itápolis (km 179)
  • Jaboticabal (km 110).

A implantação da tecnologia faz parte de um contrato firmado entre a EcoNoroeste, o Governo do Estado de São Paulo e a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pedágio do tipo free flow (Foto: Reprodução / CCR)
Pedágio Free Fow irá promover um trânsito mais fluído e sem filas (Foto: Reprodução / CCR)

Por isso, todos os pedágios dessa concessão serão substituídos por cobranças eletrônicas de forma gradual.

Segundo Milton Persoli, diretor geral da Artesp, esse novo sistema representa um marco significativo para as rodovias concedidas do Estado de São Paulo, promovendo uma circulação mais fluida e segura para os usuários.

Isso porque ele ira extinguir a necessidade de paradas, variações de velocidade ou trocas de faixa, como ocorre na chegada das praças de pedágio.

modelo ainda traz economia de tempo, aumento da segurança viária e (de certa forma) uma redução no consumo de combustível.

Como irá funcionar o Free Flow nos pedágios?

Como mencionado acima, o pedágio Free Flow elimina a necessidade de cabines físicas.

No lugar de praças de pedágios comuns, pórticos com câmeras, sensores e antenas são instalados.

Desta forma, o sistema consegue identificar cada veículo por meio da leitura de sua placa ou de uma TAG.

Para os modelos com tag instalada no para-brisa, o valor da tarifa é cobrado automaticamente pela operadora contratada, assim como já acontece com o Sem Parar e o ConectCar, por exemplo.

As multas chegam a ser até 10 vezes mais cara que a padrão (Reprodução: Internet)
Motoristas que não pagarem o pedágio poderão sofrer com multas e pontos na CNH (Reprodução: Internet)

No caso de cobrança pela placa, o motorista precisa efetuar o pagamento em até 15 dias corridos depois da passagem do pedágio nos canais disponibilizados pela concessionária responsável pelo trecho.

MAIS ATENÇÃO! Quem passar pelo pedágio e não pagar a tarifa depois do prazo estipulado terá de desembolsar o valor de R$ 195,23 pela infração grave de trânsito.

E ainda irá receber 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Vale lembrar que a EcoNoroeste ainda não deu informações sobre os valores de tarifas.

Hoje, o preço mínimo cobrado em Itápolis e Jaboticabal é de R$ 8,45 e R$ 15,20, respectivamente, em pistas de cobrança automática.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

2024
Pedágio
Rio de Janeiro
São Paulo
Lennita Lee

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.