Colunas

ColunasOpiniãoPower CoupleReality Show: confira tudo sobre os realitiesRecord

Na tentativa de acertar, Record cria um reality repleto de erros

Gugu Liberato no comando do Power Couple (Foto: Reprodução/Record)
Gugu Liberato no comando do Power Couple (Foto: Reprodução/Record)
Gugu Liberato no comando do Power Couple (Foto: Reprodução/Record)
Gugu Liberato no comando do Power Couple
(Foto: Reprodução/Record)

Há cerca de um mês no ar, a Record estreou a terceira temporada de Power Couple Brasil com modificações no formato. Nesse ano o programa vai ao ar de segunda a sexta, sob apresentação de Gugu Liberato.

Há dois anos, quando a emissora levava ao ar a primeira temporada, esta coluna sugeriu que o canal desse mais atenção ao formato (clique aqui e leia), que deveria ser um programa diário e focasse mais no convívio dos casais. A emissora fez isso, porém de forma não muito interessante. As provas que acontecem em quase todos os programas são muito longas, fazendo com que o público tenha que ver repetidamente a mesma coisa. Sem muita edição, o canal da Barra Funda faz questão de apresentar casal por casal detalhadamente concluindo as provas o que deixa o telespectador cansado e sem paciência de assistir até o fim, este com certeza é um importante fator para baixa audiência.

Power Couple - Franciele e Diego Grossi (Foto: Divulgação)
Power Couple – Franciele e Diego Grossi (Foto: Divulgação)

Outro ponto que pesa contra o programa, é não exibi-lo aos finais de semana. Na última sexta houve uma grave briga entre os casais Diego e Fran, e Munik e Anderson que culminou em expulsão, porém só foi levado ao ar na segunda à noite, quase três dias depois do ocorrido, e ainda foi exibida uma briga que não foi gravada, porque na van que os transportavam não havia câmeras nem os confinados usavam microfones.

Gugu embora esteja mais solto do que Roberto Justus, fica desconfortável pelo texto que é obrigado a ler, isso inclusive também acontecia com Justus e Britto Júnior quando eram dirigidos por Rodrigo Carelli.

Munik e seu marido, participantes do reality (Foto: Reprodução)

Porém o maior erro dessa edição é dar ao público o poder de votar em quem quer eliminar, isso descaracteriza todo o formato. Marlon e Letícia estão se saindo muito bem na disputa, certamente são um dos casais com o melhor desempenho, mas provavelmente serão eliminados se forem parar na DR por não terem muita empatia com o público, diferente de Munik, que tem grande torcida e deve levar essa temporada juntamente com seu marido, mesmo que constantemente estejam entre os piores da competição. Isso torna o programa menos Power Couple e mais Favorite Couple.

Veja também

O Power Couple ainda tem mais algumas semanas no ar, e muitos ajustes precisam ser feitos. Mais uma vez reitero que o formato é muito bom, mas os ajustes se fazem necessários.

Por Mauricio Freitas

Escreva para: [email protected]

 

As opiniões aqui retratadas são de total responsabilidade de seu idealizador.

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA