Celebridades

“Não gosto de esmola”, falido, humilhado e esquecido pela Globo, Beiçola vai à Band, ao vivo, suplicar

Beiçola revela que está vivendo de caridade (Foto: Reprodução/Band)
Beiçola revela que está vivendo de caridade (Foto: Reprodução/Band)

Beiçola desabafa sobre dificuldade financeira

Nesta sexta-feira (30), Marcos Oliveira, mais conhecido como Beiçola, participou do programa da Band, “Melhor da Tarde”, apresentado por Cátia Fonseca. Na entrevista, o ator desabafou sobre suas dificuldades financeiras acarretadas pela pandemia.

Marcos Oliveira ficou mais famoso por ter interpretado o personagem Beiçola, em “A Grande Família” da Globo, e conversou com a apresentadora sobre estar sem trabalhar por conta do isolamento social. Segundo ele, os amigos que estão ajudando no momento, emprestando dinheiro para que ele sobreviva.

Apesar disso, Marcos deixou claro sua indignação em não poder trabalhar neste período e está ansioso para que tudo volte ao normal.

“Não gosto muito dessa coisa de esmola, não é legal. Não vim ao mundo pra viver de alface, de viver de salada. Eu quero produzir, eu preciso trabalhar. Já tomei a primeira dose, vou tomar a segunda. Mas queria que todos tomassem para a gente poder produzir, mas os caras não querem. É uma loucura”, lamentou o ator.

Marcos Oliveira como Beiçola em A Grande Família (Foto: Reprodução/Globo)
Marcos Oliveira como Beiçola em A Grande Família (Foto: Reprodução/Globo)

ATOR SOBREVIVE DE CARIDADE

Beiçola ainda continuou e revelou que não aguenta mais pedir dinheiro para as pessoas próximas, já que quase não teve oportunidades no último ano, apenas alguns trabalhos temporários onde conseguiu arranjar alguma renda.

“Trabalhar é minha alma, não aguento mais pedir ‘me vê uns R$ 500,00, uns R$ 600,00. Tô fazendo locução, um amigo meu do Paraná que me ajudou a fazer uma locução. Tô com o Ruan, um produtor aqui do Rio, que me ajudou a fazer uns merchan”, explicou.

O ator confessou a apresentadora da Band que recebe dinheiro de um amigo fora do Brasil que ajuda a sustentar não só ele como suas três cachorras.

“Tem um amigo que me ajuda lá de Portugal com dinheiro. As pessoas estão me ajudando, mas chegou num limite que não dá mais, entendeu? Tenho eu e minhas três cachorras, que eu não me livro de jeito nenhum. Vou pra debaixo da ponte, mas vou com as minhas filhas. Não vou abandonar elas”, afirmou.

Com 69 anos, o intérprete de Beiçola já tomou a vacina contra a Covid-19 e reclamou da falta de oportunidades para atores mais velhos como ele.

“Um é o problema da idade, que é fundamental. Vai afunilando e velho não tem oportunidade. Aposentou é pra morrer, é um desejo de gente deste país, porque é menos aposentadoria que tem pra pagar. O próprio Paulo lá, o anãozinho da economia, falou: ‘por que a gente tem que viver muito?’. Ele quer que a gente morra, é o objetivo deles, porque guarda mais dinheiro no INSS e depois pode distribuir o dinheiro entre eles”, detonou o ex-Globo.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Camila Falcão