Neto

Neto quebra o pau ao vivo na Band e expõe segredo íntimo: ‘Minha esposa’

corinthians O apresentador da Band, Neto (Reprodução)
O apresentador da Band, Neto (Reprodução)

Ídolo do Corinthians, o contratado da Band, Neto, disse que gostaria de ter jogado no Grêmio e no Vasco – este é o time de sua esposa

O ex-jogador de futebol Neto, atual comentarista e apresentador esportivo na Band, se destacou em todo o país como atleta profissional do Corinthians, clube de São Paulo, do qual ele é um dos ídolos da história recente do Timão. O que poucos sabem, porém, é que ele gostaria também de ter defendido o Grêmio, do Rio Grande do Sul, e o Vasco, do Rio de Janeiro – este o time do coração de sua esposa, Sandra.

“Gostaria de ter vestido a camisa do Grêmio! Gosto do Grêmio, amo o Grêmio. Gosto do Grêmio pra caramba. Minha segunda opção é o Vasco. Eu gosto do Vasco pra caramba também. Sempre gostei do Vasco, sempre gostei do Roberto Dinamite. Minha esposa é vascaína. Sempre achei o Vasco diferente, sempre achei o Vasco um time foda“, disse Neto em seu canal no YouTube.

+Laços de Família: Saiba qual é o final da personagem Íris; Com quem ela termina?

+Totalmente Demais: resumo do capítulo de hoje (25/09)

NETO CRITICA VOLTA DE TORCEDORES AOS ESTÁDIOS

E por falar no contratado da Band, ele quebrou o pau ao vivo recentemente ao falar sobre a possibilidade do retorno das torcidas aos estádios de futebol já a partir de outubro, mesmo com o país ainda registrando centenas de mortes por dia por causa da pandemia do coronavírus. Para ele, isso é um absurdo.

Ao comentar o assunto ao vivo em seu programa na Band, o ex-jogador do Corinthians disse que, no seu ponto de vista, a permissão de torcida nos estádios pode gerar uma situação de calamidade pública e gerar ainda mais mortes. A medida, autorizada pelo Ministério da Saúde, ainda não entrou em vigor pois faltam regras de autoridades municipais com regulações sanitárias e uma reunião com os clubes.

“Um absurdo. Absurdo do Ministério da Saúde aprovar a volta do público para outubro. A gente já está em setembro. Vocês não sabem o que vai acontecer amanhã, depois de amanhã. Como vai liberar 30% da lotação do estádio? No Corinthians são 12 mil pessoas. Então vamos liberar todos os shows. Liberar em outubro é uma calamidade. Mostra que o protocolo é horrível desde o início”, afirmou Neto.

Para o apresentador da Band, a prioridade das autoridades públicas do país no momento deveria ser encontrar formas de conter a pandemia no país em vez de se preocupar com o retorno dos torcedores aos estádios. Em todo o mundo, o Brasil é o país com maior número de mortos por causa da covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

+Flor do Caribe: resumo do capítulo de hoje (25/09)

“Quem me prova que não teve contaminação em transporte público? Que ninguém morreu por conta da liberação? A gente não precisa de público nos estádios agora. A gente precisa entender a covid-19, precisa zerar o número de mortes. Não 30% em outubro para dar dinheiro para os clubes mais ricos. Eu sou totalmente contrário. Mas muito contra”, concluiu Neto.

Neto e a esposa, Sandra Nicolau (Reprodução)
Neto e a esposa, Sandra Nicolau (Reprodução)

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco