Novelas

Nos Tempos do ImperadorNovelas

Nos Tempos do Imperador jogará luz em personagens “apagados” do segundo reinado, promete polêmica e atores entregam detalhes

Luísa, a Condessa de Barral (Mariana Ximenes), Dom Pedro II (Selton Mello) e Teresa Cristina (Leticia Sabatella) (Foto: Divulgação/Globo/Paulo Belote)

Nos Tempos do Imperador estará logo logo na telinha e os atores do principal triângulo amoroso da novela fazem análises de seus personagens

A partir da próxima semana A Vida da Gente cederá o seu espaço para Nos Tempos do Imperador. Finalmente a faixa das seis voltará com um conteúdo inédito e histórico. O folhetim está sob a autoria de Alessandro Marson e Thereza Falcão e contará com a direção artística de Vinícius Coimbra para retratar o segundo reinado.

Ou seja, vem novela histórica por aí. Primeiramente não estranhe se ver algum personagem ou menção a Novo Mundo, isso porque os autores são os mesmos. Inclusive, Nos Tempos do Imperador apesar de ser uma obra independente é considerada a continuação da novela de 2017.

Sua sinopse se baseia no Brasil de 1856, aproximadamente, quando Dom Pedro II (Selton Melo) já casado com Teresa Cristina (Leticia Sabatella) conhece e se apaixona pela Condessa de Barral. Vulgo, Luísa (Mariana Ximenes), a professora das princesas.

A princípio os autores revelaram em entrevista para a Globo que a ideia é mostrar os bons feitos de Pedro II como imperador. Selton Mello na mesma entrevista ressalta:

“Eu não me lembrava, da época da escola, de tantos detalhes da história do Dom Pedro II. Quando li alguns capítulos que o Vinícius (Coimbra, diretor artístico) me mandou, no começo, fiquei muito intrigado. Ele foi um personagem tão importante na história do Brasil e não foi tão retratado quanto Dom Pedro I. É um personagem que eu lia e ficava muito encafifado sobre o que ele estaria pensando ao dizer ou viver certas coisas. Li várias biografias e é muito interessante que essas obras não têm respostas para muitas coisas. A Thereza e o Alessandro seguiram também essa pegada de levantar mais perguntas do que respostas, o que eu acho muito interessante, pois cumpre o papel da arte, que é levar entretenimento e reflexão, favorecendo a imaginação do expectador e a curiosidade histórica”, contou.

Veja também

Ainda assim, há quem diga que a trama pode dar polêmica na boca ou nos dedos venenosos do público mais crítico. Isso porque pelas chamadas a sensação que dá é que Dom Pedro II virá de forma romantizada.

No entanto, o autor Alessandro confirma que será mostrada uma versão dúbia do imperador assim como foi com Pedro I (Caio Castro) em Novo Mundo. 👀

OS DESTAQUES DA NOVELA INÉDITA:

Pilar (Gabriela Medvedovski), Jorge (Michel Gomes), Luisa (Mariana Ximenes), Dom Pedro II (Selton Mello) e Teresa Cristina (Letícia Sabatella) são os destaques de Nos Tempos do Imperador (Foto: João Miguel Júnior/Globo)

Se por um lado a população brasileira conhece pouco sobre os feitos do imperador. Imagine sua mulher, Teresa Cristina? Em Nos Tempos do Imperador, ela ganhará vida graças a interpretação de Letícia Sabatella que analisa:

“A Teresa Cristina foi a última Imperatriz, ela sofreu com o fim do Império, com esse confisco da imagem do Dom Pedro II e dela. Ela virou uma figura meio apagada, mas, poxa, como assim uma pessoa que estudava Arqueologia, que se responsabilizada pela escavação de sítios arqueológicos importante e tinha uma coleção dentro do museu, lia, tentava se aproximar do povo, gostava de artes… Como ela pode ser tratada como alguém ignorante? A Teresa Cristina foi realmente apaixonada pelo Brasil, apontará.

Não dá para contar mesmo que ficcionalmente sobre o Segundo Reinado em nosso país sem citar a Condessa de Barral. Mulher que teria sido o grande amor da vida de Dom Pedro II. Sobre sua personagem, Mariana Ximenes revela:

Eu não conhecia a minha personagem e tive o prazer de conhecê-la através dos olhos de Thereza e Alessandro, e de um livro da Mary Del Priore sobre a Barral. A Condessa é uma mulher muito impressionante, muito forte. Tem traços muito contemporâneos: tem delicadeza, gentileza, mas sobretudo firmeza. Ela é uma abolicionista e tem uma relação linda com os negros. No engenho dela, todos os negros são livres”, conclui.

Vale ressaltar que esses três viverão um triângulo amoroso que vai dividir a opinião do público desde a primeira semana de novela. Aliás, Nos Tempos do Imperador vai estrear no dia 09. 😉

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários