TV Foco

NOVELAS: Veja as mocinhas de novelas que não agradaram ao público

Imagem
Diana (Carolina Dieckmann), de ‘Passione” e Nelinha (Fernanda Vasconcellos), de ‘Tempos Modernos’ não fizeram tanto sucesso com o público

Nem sempre ser protagonista de novela é um bom negócio para uma atriz. Quem era para ser a heroína da trama, muitas vezes acaba sendo a “mala” e, assim, sofre a rejeição do público. É o caso de Diana, personagem de Carolina Dieckmann em Passione (Globo), que não caiu nas graças do telespectador. Seu jeito meigo e ao mesmo tempo forte para solucionar os problemas, além do visual simples demais, a tornaram chata e sem sal. Sem contar que no início da trama Diana ficou dividida entre Gerson (Marcelo Antony) e Mauro (Rodrigo Lombardi), se casou com o primeiro, se arrependeu e foi atrás do segundo, o roubando de Melina (Mayana Moura), que sempre foi apaixonada pelo filho do chofer.
Definitivamente, essa não é a novela de Carolina Dieckmann. A atriz fica apagada diante das atuações de Mayana e Mariana Ximenes, que dá vida à Clara, na trama. Tanto que Silvio de Abreu poderá eliminar Diana da história nos próximos capítulos, mas não se sabe se é porque a mocinha não emplacou ou se isso já estava previsto na sinopse.
Outra protagonista que o público prefere esquecer é Nelinha, de Tempos Modernos. A atuação de Fernanda Vasconcellos na novela das sete, da Globo, foi considerada fraca e não convenceu o telespectador. A parceria dela com Thiago Rodrigues, que interpretou o Zeca, também não colaborou para o sucesso da personagem, que se tornou enjoativa, até porque Tempos Modernos foi a terceira novela que os dois atuaram juntos como casal, após Malhação e Páginas da Vida.

Imagem

Helena (Tais Araújo), de ‘Viver a Vida’, não foi tão rejeitada pelo público. Muitos até gostaram da personagem e se sensibilizaram com a sua dor ao ser traída por Marcos (José Mayer) e Dora (Giovanna Antonelli). Mas o que fez com que Helena não agradasse acabou sendo a atuação de Taís Araújo, que não foi ruim, mas bem a baixo das outras “Helenas” de Manoel Carlos.

Imagem

Em ‘América’, Sol (Débora Secco) era a mocinha sofredora que tinha um sonho de ir para os Estados Unidos ganhar a vida. Ela conseguiu chegar lá, mas sofreu tanto pelas terras do Tio Sam que ninguém aguentava mais vê-la chorar em cena.

Imagem

Paula (Alessandra Negrini), de ‘Paraíso Tropical’, teve que disputar a atenção com sua irmã gêmea má Thaís. A atuação da atriz nos dois papéis não convenceu, e ainda por cima ela teve que compartilhar a atenção dos telespectadores com Camila Pitanga, que arrebentou na trama como Bebel.

Imagem

A primeira protagonista de Fernanda Lima foi Diana, em ‘Bang Bang’. Neste caso, não foi só a personagem que não agradou, foi a trama toda, que fez com que a própria atriz reconhecesse o fracasso da novela.

Imagem

Nunca uma heroína de ‘Malhação’ foi tão odiada pelo público como a Letícia (Juliana Didone), de 2002 . Seu temperamento forte, misturado com a mocinha que queria ajudar todas as crianças do mundo, deixava o público com raiva dela. Até uma comunidade no Orkut “Eu Odeio a Letícia de Malhação” foi criada.

Imagem

Angelina (Sophie Charlotte), da temporada de 2008 de ‘Malhação’, também não agradou muito os telespectadores. O jeito “sonso” demais da mocinha no início da trama e depois a reviravolta da personagem ao engravidar de Bruno (Caio Castro), sendo que sempre foi apaixonada por Gustavo (Rafael Almeida), provocou a ira dos adolescentes, público alvo da novelinha. Sem contar que Débora (Nathalia Dill) e Yasmin (Mariana Rios) roubaram as cenas com suas maldades misturadas com humor.

Imagem

Depois do sucesso em ‘Malhação’, Priscila Fantin foi escalada para ser a protagonista Maria de ‘Esperança’. Ela era par romântico de Toni (Reynaldo Gianecchini). Os dois atores até que se esforçaram, mas ainda não estavam maduros o suficiente para assumir como protagonistas de uma novela das oito.

Imagem


Joana (Regiane Alves) também era toda boazinha e meiga em ‘Beleza Pura’. Mas a disputa entre Guilherme (Edson Celulari) e Renato (Humberto Martins), dois homens mais velhos, pelo amor da moça não foi bem aceita pelo público, até porque ela não combinava com nenhum deles. Terminou com o primeiro.

Imagem

A sofredora Maria (Bianca Rinaldi), das duas temporadas de ‘Mutantes’, da Record, confundiu a cabeça dos telespectadores. No início, ela era somente boazinha. Depois ela era a bozinha com superpoderes. E para piorar, na segunda temporada, Maria ganhou uma irmã gêmea vilã, Samira. A novela toda foi uma confusão só.

Imagem

Depois que venceu a ‘Casa dos Artistas’, do SBT, Bárbara Paz se tornou a queridinha da emissora. Chegou a ser protagonista de ‘Marisol’, remake da novela mexicana ‘Marimar’.  E como não podia ser diferente, sofreu horrores. ‘Marisol’, assim como Bárbara, não caíram nas graças do público, tanto que sua ascensão na carreira só veio recentemente, ao interpretar muito bem Renata, a alcoólatra de ‘Viver a Vida’.

Imagem

Se a novela mexicana ‘Esmeralda’ não agradou tanto os telespectadores no Brasil, imagina o remake, produzido pelo SBT. E para encarar o desafio, Bianca Castanho foi escalada para interpretar a mocinha cega da trama. Não convenceu.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco