Agatha Moreira Globo Novelas Novo Mundo

Novo Mundo: Descubra a cruel e verdadeira história que fez Domitila e Leopoldina ter o mesmo destino

Fotomontagem das pinturas de Domitila e Leopoldina e das atrizes Letícia Colin e Agatha Moreira
Domitila e Leopoldina tiveram o mesmo fim paralelo a Novo Mundo (Foto: Montagem/TV Foco/Reprodução/Globo)

Sabia que Leopoldina e Domitila, retratadas em Novo Mundo, tiveram o mesmo fim? Saiba mais

Você que está assistindo Novo Mundo novamente na Globo provavelmente sabe que o destino de Domitila (Agatha Moreira) e Leopoldina (Letícia Colin) foi literalmente o mesmo. Quê? Você não se lembra? Pois eu vou te relembrar. Ou melhor te contar a verdadeira história.

Apesar de nossa brincadeira o final de Novo Mundo para a imperatriz Leopoldina e para a vilã Domitila foram diferentes. Na história escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, a personagem de Letícia Colin teve a sua força e papel na Independência do Brasil melhor destacada.

Mas, que isso a imperatriz teve o seu final feliz na Globo ainda que na vida real não tenha chegado perto disso. Na novela Novo Mundo de 2017, Pedro (Caio Castro) flagrou o momento exato onde Domitila confessa todas suas falcatruas e maldades ao confirmar sua aliança com Thomas (Gabriel Braga Nunes).

Com ódio por ter sido enganado, Dom Pedro I escorraça Domitila de sua vida e implora o perdão de Leopoldina que o aceita por amar demais o marido. Não a julgue eram outros tempos.

Caio Castor vive Dom Pedro (Foto: Divulgação/Globo)

A HISTÓRIA REAL E CRUEL QUE NÃO FOI CONTADA EM NOVO MUNDO

Se você tem repulsa de Dom Pedro da novela o da vida real foi, quem sabe, três vezes pior no quesito marido. Ele fez Leopoldina sofrer muito mais.

Segundo o pesquisador Paulo Rezzutti que já escreveu os livros: “Domitila: a verdadeira história da marquesa de Santos” e “D. Leopoldina: a história não contada”, ambos em 2017, Pedro e Domitila mantiveram seu caso por muito mais tempo do que foi retratado na Globo, bem depois da Independência do Brasil.

Praticamente a família da Marquesa de Santos viveu no Rio de Janeiro para desfrutar da generosidade de Pedro para com sua favorita ao contrário de seu comportamento com a esposa que gastava, inutilmente segundo ele, com caridades aos pobres.

Dom Pedro tornou a amante uma das damas pessoais de Leopoldina, a imperatriz era obrigada a conviver com ela em seu próprio palácio. Avançando na história de nosso país nos tempos da monarquia, Leopoldina morreu de febre tifoide no auge de seus 29 anos em 1826 quando sequer o marido estava em casa.

Ainda que o diagnóstico físico tenha sido esse, muitos sabiam desde aquela época que a alteza também foi morta estar depressiva graças ao marido e o casamento infeliz. O povo brasileiro ficou desolado. A transformaram uma espécie de santa no Rio de Janeiro, choraram a sua morte e a sua perda.

Domitila e seus familiares precisaram ficar isolados para não serem linchados e até mortos. Foi a partir da morte de Leopoldina que o caso entre Pedro e a paulista passou a ruir já que o ódio dos cariocas se voltou ao monarca. Entre escolher a uma vida de prazeres com a amante e sua vida como imperador, Pedro lógico que escolheu abandonar sua “Titília”.

Leopoldina e Domitila de Novo Mundo interpretadas por Letícia Colin e Agatha Moreira (Foto: Montagem/TV Foco)

Mas, você acha que Domitila se abateu ao ter sido enviada de volta para São Paulo em 1829? Não por muito tempo. Ela estava rica graças seu caso com imperador era hora de recomeçar sua vida. Domitila de Castro se casou com o líder político Rafael Tobias de Aguiar.

Teve uma vida de princesa ironicamente falando já que só acumulava fortunas, mas com o seu aprendizado em sua passagem longa pela corte do Rio e com Pedro, ela aprendeu a adorar os sarais, a cultura e a arte. É justamente esses âmbitos que Domitila de Castro Canto Melo desenvolve na capital paulista.

Em sua velhice e viuvez, Domitila se dedicou aos mais pobres e desamparados, ela fazia caridades e ajudava os estudantes da faculdade de Direito no coração de São Paulo. Ela morreu aos 69 anos por enterocolite. E assim como aconteceu com Leopoldina ela virou uma espécie de santa para os paulistanos que sofreram com sua morte. 😮

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

Sobre o autor

Thais Teles

Apaixonada por desenhos, fã de Jogos Vorazes, admiradora de Frida Kahlo, adora se perder no catálogo da Netflix e se emocionar com Coldplay. Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente. Foi no ano de 2017 que integrou oficialmente o time TV Foco e desde então adora fofocar e dar spoilers das novelas.