Fim da gigante

Baixa qualidade e fim de operações: O adeus decisivo e triste de montadora de carros amada no Brasil

08/05/2023 às 23h12

Por: Bruno Zanchetta
Imagem PreCarregada
Por dentro a fábrica de uma montadora de carros (Reprodução - Internet)

Grande montadora de carros teve triste fim e adeus decisivo após baixa qualidade e fim das operações no Brasil

Apesar de estarmos vivendo uma grande crise em termo de montadora de carros no Brasil, não é a primeira vez que temos dificuldades com as grandes marcas.

Atualmente vemos grandes nomes precisando dar férias coletivas ou demissão em masa, como no caso da Volkswagem e da Mercedes  que vivem um período muito ruim de fabricação aqui no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar disso, recentemente o Presidente Lula disse que vai buscar formas de baratear os carros no Brasil e que é inaceitável que um carro ‘popular’ custe em torno dos 90 mil reais, o que é o caso do Renault Kwid.

Renault Kwid fica mais caro e já passa dos R$ 74 mil (Foto Reprodução/Internet)
Renault Kwid fica mais caro e já passa dos R$ 74 mil (Foto Reprodução/Internet)

Outra especulação recente é a discussão da fabricação de um novo padrão de carros populares, que valeriam até R$ 50 mil, seja 1.0, a álcool e com algumas especificações para a baixa emissão de carbono.

Continua após o Veja Também

Veja também

Até então, apesar dos problemas, essas montadoras estão resistindo aos problemas e é por isso que são as maiores nos quesitos de ‘Montadora’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Brasil recentemente vimos a saída da Ford onde tinha a maior fábrica em São Bernardo do Campo, São Paulo. A sua saída foi muito polêmica e acompanhada de greves e protestos.

Além dela tivemos a Rolls-Royce e a Karman Ghia que dividiam o espaço também na Anchieta em São Bernardo do Campo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Lada foi um carro bem avaliado no Brasil (Reprodução - LADA)
O Lada foi um carro bem avaliado no Brasil (Reprodução – LADA)

QUAL MONTADORA GIGANTE DEIXOU O BRASIL?

Uma das montadoras mais proeminentes da Rússia e com origens ainda na União Soviética, a Lada foi uma das primeiras marcas a se aventurar no Brasil após a reabertura das importações no início dos anos 1990. Inicialmente trazendo modelos como Laika, Samara e o Niva 4×4, a marca até obteve um sucesso considerável no começo.

Para os padrões da época, os carros eram baratos, mas já atrasados em termos de tecnologia. Com o passar do tempo, a empresa se atrasou mais na construção dos carros e tinha péssimo atendimento pós venda.

🚨 Carlos Alberto expõe afastamento de Silvio Santos + Davi vive novo inferno + Desfecho de Tralli na Globo    

carros
montadora
Bruno Zanchetta

Prazer, sou Bruno Zanchetta, formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. O Jornalismo é a minha vida e está presente nas 24 horas do meu dia.Faço matérias diversas sobre carros luxuosos, veículos impressionantes e até sobre coleções curiosas Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.