O FANTASMA DA FAZENDA

Por Nelson Gonçalves Junior

Todos os peões de “A Fazenda” já estão de volta à vida normal desde o último domingo; agora resta saber quando a TV Record irá se adaptar a ausência de um produto forte como foi o seu reality show.

Os primeiros dias após o término da Fazenda foram preocupantes no horário nobre: médias abaixo dos 10 pontos no Ibope para “Poder Paralelo”, “Bela, a Feia” e “Jornal da Record”, índices muito distantes do ideal para uma emissora que deseja atingir a liderança na televisão aberta brasileira.

A Record reestreou o “Tudo a Ver” antes das suas novelas, programa que só apresenta reprises de outros produtos da casa e que duvido alguém saber quantas vezes já foi e voltou na grade de programação. Em outras palavras, um tremendo erro de estratégia trocar um reality show extremamente popularesco por um remendo do Jornalismo da casa.

Os outros horários da grade ainda não foram tão afetados pois continuam explorando os participantes da Fazenda, como por exemplo, a interminável e incansável passarela do “Hoje em Dia” e os debates entre os ex-roceiros no “Geraldo Brasil”, mas a tendência é que o assunto se esgote nos próximos dias e ai fica a pergunta:

A Record saberá se reinventar em seus programas e criar pautas, quadros que prendam o telespectador e mantenham os ótimos índices alcançados nos dias que precederam o final da Fazenda?

A resposta virá nas próximas semanas, mas o alerta de que o excesso de exposição que tem sido feito em cima do reality show é bem perigoso tem que ser feito. Lembrem-se da overdose de Mutantes a as consequências desastrosas que fizeram o folhetim encerrar sua vida totalmente criticado e em baixa.

Nelson Gonçalves Junior é Produtor Audiovisual, Crítico de TV, Roteirista e Radialista.
Email para contato: nelsongjunior@gmail.com

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Deivison Lima

Escreve sobre Televisão desde 2008