VIXE!

Cancelamento em massa de contas: O fim de serviço aclamado da Netflix e debandada de usuários a rivais


Netflix encerrou serviço amado e situação causou debandada de muitos usuários (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco)

Netflix encerrou serviço aclamado e situação resultou em debandada

Em meados de maio de 2023, mais precisamente no fim daquele mês, a Netflix, popular plataforma de streaming , deu fim em um dos seus serviços mais aclamados e acabou resultando em insatisfação e debandada de usuários à rivais.

O serviço em questão se tratava do compartilhamento de senhas entre usuários.

Vale dizer, que o ato de compartilhar senhas é tão comum entre assinantes que é quase um ritual, mais que isso, já até virou motivo de memes nas redes sociais.

Com essa medida tomada, o serviço passou a  limitar o compartilhamento para uma única residência.

De acordo com o portal CNN, com a nova medida, para conseguir compartilhar uma conta com alguém fora da família, o usuário deveria  transferir um perfil para uma nova assinatura paga ou adicionar um membro extra à conta por uma taxa mensal adicional no valor de  R$ 12,90.

Veja também

A empresa justificou a medida como uma forma de impedir o uso indevido dos seus serviços, uma vez que o mesmo deve ser cobrado a cada um dos assinantes de forma individual.

Insatisfação que custou caro!

Obviamente que essa decisão do canal de streaming gerou revolta entre assinantes.

Tanto é que essa decisão já havia sido anunciada em fevereiro de 2023, por meio de um comunicado, cujo qual foi apagado após gerar uma série de réplicas negativas dos usuários.

Até mesmo o Procon, um dos órgãos de defesa do consumidor mais importantes, passou a buscar mais explicações a respeito dessa cobrança adicional para poderem se posicionar diante das reclamações de milhares de consumidores em todo o Brasil.

Inclusive, na época, na região de Santa Catarina, o  Procon-SC notificou a Netflix para obter mais esclarecimentos, porém sem sucesso. Sendo assim, no dia 6 de junho de 2023, o  órgão decidiu abrir um processo administrativo com medida cautelar contra a Netflix.

A partir da notificação da cobrança adicional, a cada nova reclamação registrada contra a plataforma, seria aplicada uma multa no valor de R$ 500, o que prometia doer no bolso da plataforma na época.

Debandada:

Isso sem falar que, após a Netflix informar sobre a medida, muitos ameaçaram cancelar as suas contas.

De acordo com o portal O Tempo, muitos usuários usaram as redes sociais para proferir tais ameaças, alegando que a situação era extremamente absurda.

Fora isso muitos usuários afirmaram que cancelariam a conta e migrariam para as rivais como Globoplay, Amazon Prime, entre outras.

Contas canceladas em massa:

Já de acordo com o portal Atual, em um balanço publicado no dia 18 de abril, a empresa sentiu  uma onda de cancelamento em massa de países aonde a medida foi anunciado primeiro como: Canadá, Nova Zelândia e Portugal, além da Espanha.

Qual foi o desfecho da proibição de compartilhamento de senhas da Netflix?

Apesar da novidade causar alvoroço entre os assinantes, a revelação de um dado acabou trazendo à tona um desfecho chocante a respeito dessa medida.

Pois é, para a  surpresa de muitos, a Netflix, apesar das inúmeras reclamações, chegou a anunciar adição de quase 6 milhões de novos assinantes, superando as expectativas do mercado.

Esse surpreendente salto de 5,89 milhões de contas ocorreu no segundo trimestre de 2023, época do anúncio, elevando o total de clientes da empresa para a impressionante marca de 238 milhões de usuários.

De acordo com o comunicado oficial da Netflix, esse crescimento exponencial no número de assinantes está diretamente relacionado à nova política de restringir o compartilhamento de senhas.

O que faz sentido, uma vez que com isso, acaba “forçando” de certa forma que mais pessoas assinem a plataforma para continuar assistindo seus filmes e séries e, como consequência, aumentar essa base de assinantes de forma notável.

Faturamento:

O faturamento da Netflix para o período entre abril e junho, em demais países, foi impressionante – alcançando um lucro líquido de US$ 1,5 bilhão (equivalente a R$ 7,18 bilhões na cotação atual).

Essa cifra não apenas superou as expectativas do mercado, como também demonstrou a solidez e o potencial da plataforma de streaming no cenário econômico global.

De acordo com o relatório da Insider Intelligence, a Netflix apresentou um  aumento de quase um terço nos assinantes do plano com anúncios da empresa.

No total, foram quase 9 milhões de novos clientes no terceiro trimestre de 2023.

A empresa também aumentou os preços de seus planos sem anúncios em outubro a fim de atrair mais clientes para a oferta mais barata, lançada em novembro do ano passado por cerca de US$ 7 por mês.

A Netflix ainda conseguiu vender anúncios a um preço ligeiramente mais alto do que os rivais, aproveitando a demanda reprimida dos anunciantes que esperavam por seu plano com anúncios há anos.

 

 

 

 

 

🚨 BBB24: Separação? Davi deixa Mani de lado e ela estaria arrasada + Bia é contratada pela Globo    

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.