TV Foco

O que são as tardes na TV aberta?

Se por algum motivo você se vê obrigado a ficar em casa durante a tarde num dia de semana, prepare-se. As chances de você conseguir assistir a um programa de TV minimamente interessante na TV aberta do Brasil são praticamente nulas. Não é apenas qualidade que falta na programação das emissoras, falta praticamente de tudo a que se possa imaginar.

Não existe uma emissora capaz de dar um novo fôlego ou uma luz no fim do túnel para o telespectador que está em casa e, durante a tarde, decide assistir TV para passar o tempo, ou mesmo com interesse na busca por entretenimento minimamente capaz de produzir uma reação saudável no telespectador. São produtos de extremo mau gosto, sem uma única gota de criatividade e que não conseguem, nem de longe, prender a atenção de seu público. Aliás, sequer podemos chamar alguém de “seu público”, já que estes produtos não são projetados para terem um público alvo.

E não há exceções. A Rede Globo que normalmente acerta onde as concorrentes erram, parece não ter o menor interesse em produzir algo de qualidade durante a tarde. Talvez por ter um share muito baixo no período e não valer a pena o investimento, mas ainda assim, a fase em que a principal emissora do país vive neste período não é das melhores. O Vídeo-Show que havia se acertado em 2009, ao explorar a vida pessoal dos artistas, caminha pela trilha errada e fez com que boa parte do público perdesse o interesse. Os filmes da Sessão da Tarde são, na maioria esmagadora das vezes, de causar náuseas a qualquer pessoa com senso de bom gosto. A única coisa que salva as tardes da emissora é, quando há acerto na escolha, a exibição de novelas no Vale a Pena Ver de Novo, o que não é o caso no momento.

Rede Record é, talvez, o maior exemplo da falta de criatividade. A emissora passa a tarde toda transmitindo uma programação sem o menor nexo ou que tenha alguma lógica. A começar pelo remodeladoTudo a Ver que, de remodelado não tem nada, mas é apenas um tapa buraco da programação e exibe reportagens antigas e repetidas. Em seguida, são quase 03 horas de exibição da série Todo Mundo Odeia o Chris, com episódios que são tão repetidos que o público seria capaz de antecipar cada cena.

Enquanto isso, o SBT tenta manter a tradição popularesca que consagrou a emissora. Mas não funciona. Com séries enlatadas e, mais do que isso, muito antigas, além da exibição de filmes da pior qualidade noCinema em Casa, a emissora ainda aposta numa péssima novela mexicana durante as tardes e, para completar, ainda há o Casos de Família que, após a saída de Regina Volpato, nunca mais foi o mesmo.

BandeirantesRede TV apostam no mesmo formato de programa, passando a tarde toda falando da vida alheia, desde que seja de famosos, e se perdem completamente tentando criar climas de discussões filosóficas acerca de determinado assunto que, na verdade, não interessa a absolutamente ninguém. Chega a ser patético.

Definitivamente se, por algum motivo, os fãs da televisão brasileiras, precisam ficar em casa a tarde, a melhor solução é: não liguem a TV, porque a decepção será grande. Enorme.

Por Daniel César – TvxTv

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Deivison Lima

Escreve sobre Televisão desde 2008