TRISTE FIM

Intervenção do Banco Central acaba decretando falência e quebra de instituição Nº1 do Brasil após 37 anos

06/07/2024 às 1h57

Por: Lucas Brito
Imagem PreCarregada
Banco Central precisou intervir em processo de falência (Foto: Divulgação)

Em uma ação emergencial, o BC precisou interferir diretamente nas atividades da companhia que já esteve entre as principais do país, atendendo milhares de correntistas

O mercado financeiro vive em constante mudança. Em cada temporada política, surgem novas regras, valores, juros e leis em vigor para todos os setores. Algumas empresas resistem, enquanto outras, por diversos motivos, acabam declarando falência.

Hoje, a Caixa Econômica Federal, o Bradesco, o Banco do Brasil, o Nubank, o Santander e o Itaú são as principais do gênero no país. Mas, antes de se consagrarem, outros grandes concorrentes dominavam o mercado nacional, movimentando fortunas e influenciado fortemente a economia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante 37 anos, um tradicional banco esteve os maiores do Brasil. Depois de ser responsável por atender e controlar as contas de boa parte da população, a companhia acabou enfrentando um fim decadente, encerrando de vez as atividades e sumindo do mapa.

Bancesa, Falência
O Bancesa sofreu intervenção do Banco Central, após dívidas milionárias (Foto: Sindicato dos Bancários)

Fundado em Fortaleza, no Ceará, o Bancesa esteve em funcionamento entre 1966 e 2003, sob o comando do empresário Manoel Machado de Araújo. Foi uma importante história no Brasil, até que o grupo teve falência decretada pela Justiça com dívidas que superavam R$ 421 milhões.

Continua após o Veja Também

Veja também

Segundo a Folha de S. Paulo, a instituição sofreu uma intervenção do Banco Central, em 1995. Na época, a dívida já era quase três vezes maior do que os ativos do grupo, calculados em R$ 136 milhões. O processo foi estendido por mais alguns anos, até que o fim foi oficialmente decretado. Essa ação reuniu os bens da instituição, apontando o que deveria ser liquidado para pagar o que estava em aberto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bancesa, Falência
Falido, o Bancesa já esteve entre os principais bancos do Brasil (Foto: Sindicato dos Bancários)

O que acontece com seu dinheiro se um banco falir?

Acumular saldo na conta, onde são rendidos alguns juros aos clientes, continua sendo a forma mais fácil e acessível de investir. Porém, até mesmo nas instituições mais seguras, existem riscos, apesar de serem quase nulos para a maior parte da população que não tem grandes fortunas.

Já para aqueles que têm um patrimônio maior, a situação é um pouco mais complicada. Pela lei, se um banco for à falência, os clientes podem recorrer ao Fundo Garantidor de Créditos, o FGC, para reaver o dinheiro que estava guardado. No entanto, o limite assegurado é de R$ 250 mil. Ou seja, quem tem mais do que isso, acaba perdendo todo o resto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

🚨 Globo arranca Ana e Poeta do ar por R$ 450M + Maju fora do Fantástico na surdina + Ratinho defende ex de Iza    

bancesa
Banco Central
Destaque
Lucas Brito

Autor(a):

Lucas Brito é um jornalista que ama conversar sobre tudo, mas em especial sobre música, culturas, teorias e boas histórias. Seu maior objetivo é conseguir se tornar um grande comunicador e ter espaço para tratar de assuntos sociais que considera importantes, além de poder opinar sobre a ficção, como séries e novelas. Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.