Pantanal

NovelasPantanal

Pantanal: Maria Morre? Saiba o final da personagem na primeira versão, onde no remake é interpretado por Juliana Paes

Juliana Paes interpreta Maria Marruá em 'Pantanal' (Foto: Reprodução / Globo)
Juliana Paes interpreta Maria Marruá em ‘Pantanal’ (Foto: Reprodução / Globo)

Maria Marruá é interpretada por Juliana Paes na primeira versão de “Pantanal” na Globo.

A novela das nove da Globo, teve uma das cenas mais esperadas pelo público exibido na última terça-feira (05), mostrando pela primeira vez em “Pantanal”, a “lenda de Maria Marruá, a mulher que vira onça”. Interpretada por Juliana Paes, a personagem deu à luz a sua filha Juma, que na segunda fase será interpretada por Alanis Guillen.

Como não queria ter mais filhos, Maria Marruá colocou a bebê recém-nascida em uma canoa, mas se arrependeu. Decidida a ter a filha novamente nos braços, foi atrás da criança e avistou uma enorme sucuri, que na verdade era o Velho do Rio (Osmar Prado), indo em direção ao bebê. Para proteger Juma, a posseira virou onça e espantou a cobra.

SAIBA MAIS! Pantanal: Maria Marruá enterra Gil, vira onça e jura vingança: “Vai pro inferno”

Durante o capítulo de “Pantanal”, foi contada a lenda, em que a mulher virou onça para proteger a filha. Eugênio (Almir Sater) diz que viu uma cobra gigante e Gil (Enrique Diaz) frisou que a esposa, Maria virou onça e espantou a sucuri.

Na versão original de “Pantanal”, exibida em 1990 pela extinta TV Manchete, Maria Marruá foi interpretada por Cássia Kiss.

Veja também

Na versão original de "Pantanal", Maria Marruá foi interpretada por Cássia Kiss, já atualmente Juliana Paes interpreta a mãe de Juma (Foto: Reprodução / Internet)
Na versão original de “Pantanal”, Maria Marruá foi interpretada por Cássia Kiss, já atualmente Juliana Paes interpreta a mãe de Juma (Foto: Reprodução / Internet)

QUAL O FINAL DE MARIA MARRUÁ?

Assim como o nascimento de Juma (Cristiana Oliveira), a morte de Maria Marruá (Cássia Kiss) é também uma das cenas mais emblemáticas da primeira fase de “Pantanal” da TV Manchete. O desfecho se dá quando a família Marruá ainda morava no Paraná. Maria e Gil (José Dumont) se envolvem em uma briga com poderosos fazendeiros e acabam perdendo suas terras. No atrito, o marido da retirante comete um assassinato, e todos ainda sofrem com a morte do três filhos.

O casal então decide se mudar para o Pantanal, assim como na versão de Bruno Luperi na Globo e acabam se instalando nas terras de José Leôncio (Cláudio Marzo). Porém, eles não encontram a paz que tanto procuravam. Gil é assassinado e Maria Marruá fica sozinha com Juma.

Revoltada por todo o sofrimento, a personagem de Cássia Kiss decide se isolar com Juma em uma casa, tornando-se uma das mulheres mais respeitadas e temidas da região.

É nesse momento que aparece a personagem Mudá (Andréa Richa), que busca justiça pela morte de seu pai, morto por Gil quando ela era ainda um bebê. Maria Marruá então passa a ser perseguida por um atirador a mando da personagem de Andréa Richa, onde acaba levando um tiro e morrendo.

Juma encontra a mãe caída e fica desesperada, onde chora e faz uma promessa. “Eu vou aprender a virar onça quem nem a senhora. Eu vou aprender a ser onça. E eu nunca mais vou chorar na minha vida. Eu lhe juro, mãe. Eu lhe juro, Maria Marrúa”, prometeu a personagem de Cristiana Oliveira.

Cenas da morte de Maria Marruá na primeira versão de 'Pantanal' (Foto: Reprodução / Internet)
Cenas da morte de Maria Marruá na primeira versão de ‘Pantanal’ (Foto: Reprodução / Internet)

MAIS UMA TRAGÉDIA

No remake atual, a tragédia também não terá fim na família Marruá. Agora, será a vez de Maria (Juliana Paes) ser assassinada de forma brutal graças a uma vingança da família do homem que Gil (Enrique Diaz) matou. Para piorar, ela deixará sua filha, Juma (Alanis Guillen), sozinha justamente com uma estranha.

Trata-se de Mudá (Bella Campos), a filha do dono de terras morto que motivou a vingança sanguinária em “Pantanal”.

No capítulo previsto para ir ao ar na próxima terça-feira (12), Mudá chegará à tapera dos Marruá e fingirá não conseguir falar. Maria chegará a apontar uma arma contra ela, mas Juma ficará com pena da jovem e pedirá que a mãe não dispare.

As duas darão teto à personagem de Bella Campos, sem nem imaginarem que o que ela realmente desejará é acabar com as duas por causa do que Gil fez com seu pai no passado. Na primeira semana da trama, o posseiro matou o grileiro como revanche, já seu filho perdeu a vida em um embate contra os capangas dele.

Maria ficará desconfiada quando perceber que a desconhecida tentará pegar a espingarda dela. As desconfianças da personagem de Juliana Paes não durarão muito, pois ela será assassinada justamente por causa dessa vingança do crime cometido no passado, tendo o mesmo desfecho da primeira versão em 1990.

“Pantanal”, já avançou mais de dois anos desde a morte de Chico (Túlio Starling) e terá nova passagem de tempo até Maria ser a vítima da vez. Quando se deparar com o corpo da mãe, Juma se desesperará e a enterrará. Mais tarde, Mudá consolará a protagonista da novela das nove, que sequer imaginará ter se tornado amiga de uma cobra. Quanta emoção!

Com uma lamparina na mão, Maria (Juliana Paes) coloca Juma (bebê) num berço ao lado de Gil (Foto: Reprodução / João Miguel Junior / Globo)
Com uma lamparina na mão, Maria (Juliana Paes) coloca Juma (bebê) num berço ao lado de Gil (Foto: Reprodução / João Miguel Junior / Globo)

 

VÍDEO YOUTUBE:  Léo Dias DESMASCARA Samantha Schmütz: "Deu nota falsa e fuma maconha"

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários