Pantanal

NovelasPantanal

Pantanal: Saiba quem era Irma na versão original e o final da personagem: “Fura olho”

Carolina Ferraz e Elaine Cristina foram a Irma em 1990. Já Malu Rodrigues e Camila Morgado no remake da Globo (Foto: Reprodução / Internet)
Carolina Ferraz e Elaine Cristina foram a Irma em 1990. Já Malu Rodrigues e Camila Morgado no remake da Globo (Foto: Reprodução / Internet)

Irma é uma das personagens mais controversas de “Pantanal”.

A personagem de Malu Rodrigues na primeira fase de “Pantanal”, inicia como invejosa que dá em cima do noivo da irmã Madeleine (Bruna Linzmeyer/Karine Teles), mas que aos poucos vai conquistando o público com o seu coração gigante. Na segunda fase do remake da Globo, Camila Morgado assume o papel.

Na obra original de “Pantanal”, escrita por Benedito Ruy Barbosa em 1990, exibida pela extinta TV Manchete, Irma foi interpretada por Carolina Ferraz e Elaine Cristina.

SAIBA MAIS! Pantanal: Em cena emocionante, Antero faz analogia sobre o jogo e a vida para Jove e tem fim trágico; entenda

No remake da Globo, Malu Rodrigues e Camila Morgado dividem a personagem. A irmã de Madeleine (Ingra Lyberato) é apaixonada por José Leôncio (Paulo Gorgulho e Claudio Marzo na primeira exibição, e Renato Góes e Marcos Palmeira no remake), o marido de sua própria irmã, o que causou espanto.

Irma é a primogênita da família Novaes e vive uma vida sem grandes conflitos. Mariana (Selma Egrei), sua mãe, não dá liberdade para que a herdeira faça muita coisa além de obedecer. Na juventude, sempre inocente. Esse pudor faz a ruiva sofrer, sem que as pessoas percebam o quanto essa repressão é sacrificante.

Veja também

O que ninguém poderia imaginar era o peso que a matriarca da família Novaes impõe a Irma toda vez que a usa de sarrafo para a caçula Madeleine (Bruna Linzmeyer/Karine Teles). Afinal, cada filha reage de uma forma às proibições da mãe. Enquanto a caçula é rebelde, a mais velha se esconde cada vez mais no jogo da mãe, sem enxergar a vida passar enquanto ela não pode aproveitar nada.

Na obra original de Benedito Ruy Barbosa, a pureza de Irma era convincente para o telespectador. Mas na atual novela das nove da Globo, a jovem que dá em cima do marido da irmã não consegue demonstrar tanta inocência e recato para o público de “Pantanal”.

Malu Rodrigues será substituída por Camila Morgado no papel de Irma na segunda fase de 'Pantanal' (Foto: Reprodução / Globo)
Malu Rodrigues será substituída por Camila Morgado no papel de Irma na segunda fase de ‘Pantanal’ (Foto: Reprodução / Globo)

QUEM ERA IRMA EM ‘PANTANAL’ DE 1990?

Carolina Ferraz e Elaine Cristina foram a Irma em 1990. Já Malu Rodrigues e Camila Morgado no remake da Globo (Foto: Reprodução / Internet)
Carolina Ferraz e Elaine Cristina foram a Irma em 1990. Já Malu Rodrigues e Camila Morgado no remake da Globo (Foto: Reprodução / Internet)

Na trama de Benedito Ruy Barbosa, Irma foi interpretada na primeira fase por Carolina Ferraz, que fazia sua estreia como atriz na televisão. Ela só se tornaria estrela da Globo em 1992, como apresentadora do “Fantástico”, e depois seguiu para as novelas da casa. Atualmente ela está na Record TV no comando do “Domingo Espetacular”.

Já na segunda fase da novela, a personagem foi interpretada por Elaine Cristina, uma das estrelas da extinta TV Tupi, que atuou em tramas como “Ídolo de Pano” (1974), “A Viagem” (1975) e “O Profeta” (1977).

Na trama da extinta TV Manchete, a trajetória inicial da personagem era a mesma do remake. Anos depois, durante um bate papo com Madeleine, que já era vivida por Ittala Nandi, ela deixava escapar que nunca seria capaz de esquecer o gosto do feijão de Filó (Jussara Freire na versão da Manchete). Ao ouvir isso, a irmã dela percebia que foi traída e dava uma surra em Irma, uma das cenas mais lembradas de “Pantanal”.

FINAL DA PERSONAGEM

Após uma série de idas e vindas amorosas, Irma terminava a novela ao lado de José Lucas de Nada, um filho perdido de José Leôncio. Curiosamente, o personagem era vivido por Paulo Gorgulho, que viveu o próprio protagonista de “Pantanal”, na primeira fase. No último capítulo da trama, os dois dividiam uma cena de amor na cama.

Em seu canal no Youtube, Elaine Cristina relembrou que, no dia em que foi ao Pantanal pela primeira vez para iniciar as gravações da novela, era seu aniversário. Os colegas de elenco e equipe, então, parabenizaram a atriz. Ao mesmo tempo, a veterana deixou um recado para o elenco do remake da Globo, assinado por Bruno Luperi.

“A todos os meus irmãos de profissão que embarcaram neste barco e que estão fazendo esse remake, mexendo com um trabalho que está encantado… Desejo a todos eles que façam o melhor, com a humildade de que a roda já foi descoberta há muito tempo e que vocês não vão descobrir nenhuma roda. Tenham humildade, façam o melhor. O povo merece e está esperando. Espero que vocês recebam aplausos e sejam muito bem-sucedidos. Se fizerem igual ao que fizemos, está de bom tamanho”, desejou a Irma da primeira versão de “Pantanal”.

Elaine Cristina como Irma em Pantanal (1990) (Foto: Reprodução / Internet)
Elaine Cristina como Irma em Pantanal (1990) (Foto: Reprodução / Internet)

VÍDEO YOUTUBE: Escândalo! Gusttavo Lima usa mais de R$ 1 milhão de dinheiro público 

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários