Celebridades

Paulo Henrique Amorim estava sofrendo terrível pressão na Record e irmã faz revelação: “Não aguentou o tranco”

paulo henrique amorim record
Paulo Henrique Amorim foi afastado da Record supostamente por pressão política (Foto: Reprodução)

O jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim, que atualmente mantinha contrato com a Record, morreu em decorrência de um infarte fulminante

O corpo do jornalista Paulo Henrique Amorim será velado nesta quinta-feira, 11, no salão do 9º andar da sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), e estará aberto para o público a partir das 15h até às 17h, quando a cerimônia de sepultamento conterá apenas a presença de amigos e familiares. O apresentador da Rede Record morreu na quarta-feira, 10, após ser acometido por um infarte fulminante em sua casa, localizada em Ipanema, no Rio de Janeiro.

De acordo com informações do site “Notícias da TV”, a família do apresentador Paulo Henrique Amorim chegou ao local do velório por volta das 9h. A irmã caçula do jornalista, Marília Amorim, estava em Paris quando soube da notícia e imediatamente voltou para o Brasil.

+Felipe Araújo é encontrado apagado dentro de carro pela polícia, comete série de crimes e é detido

+Galvão Bueno é ignorado pela Globo, emissora se impõe e define demissão de jornalista

+ Famoso cantor sertanejo, Susana Vieira e outros artistas que sofrem contra o câncer e você não fazia ideia

Ao ver o caixão com o corpo do irmão, Marília se desesperou e disse que o acontecimento “foi um susto total”. A irmã de Paulo Henrique Amorim revelou que o jornalista estava sofrendo pressão política, e disse que o infarte fulminante que culminou a vida do comunicador foi causado em decorrência dos últimos acontecimentos em sua carreira – PHA era esquerdista e crítico ferrenho do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Justiça Sergio Moro. Nos últimos dias, ele chegou a ser afastado de suas atribuições na Record supostamente por motivos políticos, já que a emissora do bispo Edir Macedo tem bastante proximidade com o governo Bolsonaro.

Familiares no velório de Paulo Henrique Amorim (Foto: Daniel Pinheiro/AgNews)
Familiares no velório de Paulo Henrique Amorim (Foto: Daniel Pinheiro/AgNews)

“Ele (Paulo Henrique Amorim) me disse que aguentaria o tronco, mas não aguentou. O meu irmão era muito íntegro, corajoso e se posicionava quando tinha que se posicionar. Não foi a primeira vez que ele sofreu pressão política”, desabafou Marília Amorim, que ainda contou que o jornalista foi demitido da Bandeirantes por causa de pressão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, que na época ocupava o Palácio do Planalto.

A filha de Paulo Henrique Amorim, Maria Amorim, também estava fora do Brasil na ocasião da morte do jornalista, e precisou viajar dos Estados Unidos para o Rio de Janeiro para poder se despedir do pai. O Notícias da TV diz que ela chegou à ABI aos pranto, e foi consolar a viúva do apresentador, Geórgia Pinheiro.

+Rafael Miguel executado aos 22 anos e com assassino beneficiado, tem fotos inacreditáveis divulgadas

Horas antes de sua morte, na madrugada da quarta-feira, o apresentador teve um jantar com a mulher e amigos e, aparentemente, ele estava bem. Sua esposa, Geórgia, revelou que houve tempo para esperar atendimento médico.

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

site statistics