Audiência Prévias

Pela primeira vez na Globo, Copa do Mundo Feminina surpreende com audiência na estreia; veja números

As meninas da Seleção Brasileira feminino renderam boa audiência para a Globo (Foto: Reprodução)
As meninas da Seleção Brasileira renderam boa audiência para a Globo (Foto: Reprodução)

A Globo surpreendeu esse ano ao anunciar a transmissão, pela primeira vez, de todos os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futebol feminino. Neste domingo (09), aconteceu a grande estreia do Brasil, que ganhou de 3 a 0 da Jamaica com um hat-trick de Cristiane, que brilhou sem a presença de Marta.

Em audiência, a emissora foi muito bem, considerando que transmissões femininas não contam com o mesmo público cativo que as masculinas. Enquanto foi exibido, o jogo que teve início às 10h30 e que contou com narração de Galvão Bueno registrou média de 18,6 pontos com 21,1 de pico.

+Globo toma atitude radical sobre Galvão Bueno e público detona na internet

+Cantor famoso morre aos 47 anos, causa da morte é revelada e Brasil fica de luto

+A Dona do Pedaço: Novela tem novo banho de sangue com duas mortes simultâneas

Na Band, que também conta com os direitos de transmissão da competição, o jogo ficou em quarto lugar com 2 de média. Enquanto a partida foi exibida, o SBT ocupou a vice-liderança com 5,4 pontos e a Record fechou na terceira colocação com 3,9. Os dados são prévios e podem sofrer alterações no consolidado.

Um momento marcante na transmissão foi quando Galvão Bueno cometeu uma gafe daquelas. Em todos esses anos de transmissões de partidas de futebol na Globo, ele coleciona uma série de bordões que são conhecidos por todo brasileiro. Um deles, que também é bastante popular entre os demais narradores da televisão é o clássico “autoriza o árbitro”, quando o juiz dá aval para o início da partida ou do segundo tempo dela.

Mas o que acontece quando é uma juíza, e não um juiz? No jogo de estreia da Seleção Brasileira feminina contra a Jamaica na manhã deste domingo (09), o narrador acabou se atrapalhando totalmente e cometeu uma gafe ao dizer a frase. Acostumado a narrar jogos do futebol masculino, ele misturou os gêneros no início do segundo tempo.

O narrador da Globo, Galvão Bueno (Foto: Reprodução)
O narrador da Globo, Galvão Bueno (Foto: Reprodução)

“Autoriza o… árbitra”, disparou o profissional, que corrigiu a palavra principal após perceber que havia se referido à juíza utilizando um artigo no masculino. A gafe, é claro, repercutiu bastante nas redes sociais e acabou sendo bastante repetida no Twitter, onde a partida foi bastante comentada.

Vale lembrar que, por ser o maior narrador esportivo do Brasil, Galvão é responsável por narrar os principais eventos na Globo, principalmente jogos da Seleção Brasileira. Por causa disso, ele também foi o escalado para narrar o jogo de estreia do time feminino do Brasil na Copa do Mundo, neste domingo (09), contra a Jamaica.

Acontece que muita gente não gostou nada dessa escalação, já que preferiam que uma mulher fosse a responsável pela narração por se tratar de um jogo feminino. A transmissão da Globo conta com uma única mulher, Ana Thais, no time de comentaristas. Ela, no entanto, raramente fala e é claramente ofuscada por Caio Ribeiro.

+Najila Trindade é encurralada em ‘caso Neymar’ e deve perder outro advogado a qualquer momento

Nenhum jogo da seleção feminina de futebol será narrado por uma mulher na Globo. Embora raras, narradoras femininas não seriam algo inédito na TV Brasileira. Na Copa do Mundo de futebol masculino da Rússia, no ano passado, o FoxSports colocou mulheres para narrar alguns jogos do Brasil no seu canal secundário.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!