Jesus Record

Por conta de apelo sexual, classificação indicativa da novela Jesus sofre alterações; Record tentou impedir

Dudu Azevedo (Jesus) em cena da novela bíblica da Record (Foto: Reprodução/Record)
Dudu Azevedo (Jesus) em cena da novela bíblica da Record
(Foto: Reprodução/Record)

O Ministério da Justiça tem feito vista grossa quando o assunto são os programas vinculadas na televisão. Tanto que muitas atrações de diversas emissoras tiveram suas classificações indicativas alteradas. Sobrou até mesmo para a novela bíblica da RecordTV, Jesus.

No despacho publicado pelo Diário Oficial desta quarta-feira, 29 de agosto, veio a informação da mudança. A autoclassificação da Record, uma novela “não recomendada para menores de 10 anos, foi vetada e elevada para “não recomendada para menores de 12 anos”.

+Lutando contra câncer, Beto Barbosa faz revelações e lamenta anos de vício no tabaco

Segundo informações do colunista Maurício Stycer, do UOL, o motivo para a alteração foi a constatação de tendências como apelo sexual, consumo de droga lícita, presença de arma com violência, morte intencional, ato violento, pena de morte, presença de sangue e crueldade.

Ainda no despacho foi noticiado que a Record já havia sido notificada pelo Ministério Público a respeito dos problemas, no entanto as alterações promovidas pela emissora não foram suficientes para sustentar a classificação inicialmente proposta pela emissora.

Novela Jesus (Foto: Reprodução)

NOVELA BÍBLICA SOFRE BOICOTE DE CATÓLICOS 

Não está sendo nada fácil para a equipe da novela Jesus, a atual trama bíblica exibida pela TV Record. Os católicos estão em pé de guerra por conta da forma que a autora tem mostrado a imagem de Maria, mãe de Jesus. “O modo como Ela se comporta na sua relação com José ofusca a sua pureza e, por isso, fere sua dignidade de Mãe de Deus e Imaculada desde a sua concepção”, declarou dom Washington Cruz, Arcebispo de Goiânia.

O problema, de acordo com informações do site Notícias da TV, é que o boicote dos católicos está dando certo. A Record iniciou a exibição da novela em Goiânia, por exemplo, na liderança, mas depois que dom Washington solicitou que os religiosos não assistissem, a trama caiu para o terceiro lugar em Goiânia.

Maria, personagem de Juliana Xavier em Jesus (Foto: Reprodução)

Maria, personagem de Juliana Xavier em Jesus (Foto: Reprodução)

José Eymard, apresentador da TV Aparecida, também explica toda essa polêmica. “A Igreja Universal tem que pedir desculpas por ofender um dogma tão sagrado aos católicos, o da Imaculada Conceição e da virgindade sempre eterna de Maria”, diz . “Esse tipo de desmerecimento da imagem de Nossa Senhora só interessa a uma pessoa: ao demônio!”, afirma o apresentador.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA