Celebridades

Celebridades

Porta dos Fundos polemiza em novo especial de Natal e mostra Jesus em casa de prostituição

Novo especial de Natal do Porta dos Fundos mostra Jesus em prostíbulo - Foto: Reprodução
Novo especial de Natal do Porta dos Fundos mostra Jesus em prostíbulo – Foto: Reprodução

O novo especial de Natal do Porta dos Fundos deve estrear no streaming no próximo dia 15 de dezembro

As produções do Porta dos Fundos, veiculadas pela internet e streaming, sempre buscam tratar de temas sociais, políticos e religiosos, que por sua vez, acabam gerando escândalos pela forma que são mostrados ao público.

O fato é que a produtora de vídeos sempre busca usar do humor para expor as temáticas citadas acima, mas extrapola os limites vez ou outra e ocasionam críticas, como é o caso do novo especial de Natal deles, Te Prego Lá Fora.

Na obra, Jesus Cristo surge tentando bater de frente com os dilemas do cotidiano adolescente e chegará até mesmo a ir em uma casa de prostituição. Vale destacar que diferentemente das últimas vezes, o especial deve ser uma animação com estreia prevista para o próximo dia 15 de dezembro, no Paramount Plus.

O trailer do projeto que vem por aí mostra Jesus tentando esconder de Adão e Eva, seus colegas da Escola Municipal, que ele é o grande Salvador. Quando está no prostíbulo, o personagem chega a ironizar a situação e condena a si mesmo. “Isso não é de Deus”, falará.

Especial de Natal do Porta dos Fundos mostra Jesus em prostíbulo - Foto: Reprodução
Especial de Natal do Porta dos Fundos mostra Jesus em prostíbulo – Foto: Reprodução

POLÊMICA

Veja também

Em dezembro de 2019, o Porta dos Fundos também causou polêmica ao retratar Deus mentiroso e Jesus gay no especial de Natal para a Netflix, intitulado como ‘A Primeira Tentação de Cristo’.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários