Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Prejuízo de R$350mi e falência decretada: O fim de duas empresas gigantes após prometer tocar terror na Uber

Falência de grande rival da Uber (Foto: Divulgação)
Falência de grande rival da Uber (Foto: Divulgação)

Rival que tocava o terror na Uber, teve falência decretada

Uma enorme empresa queridinha que tocava o terror na Uber e operava no Brasil teve a falência decretada pela Justiça de São Paulo. A decisão foi publicada no último dia 06 de novembro, conforme informações do G1, portal de notícias da Globo.

A decisão foi do juiz João de Oliveira Rodrigues Filho, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, a sentença ocorreu logo após a empresa afirmar que “por circunstâncias alheias à sua vontade”, não conseguiu honrar com o plano de recuperação judicial e que não há expectativas de retomada da atividade.

Grow, empresa de bicicletas e patins tem falência decretada (Foto: Divulgação)
Grow, empresa de bicicletas e patins tem falência decretada (Foto: Divulgação)

A empresa em questão é Grow, que trabalhava com aluguel de bicicletas e patinetes elétricos. Ela era queridinha de muitos clientes e era um empreendimento que chamava a atenção.

Com a falência da Grow, os credores agora vão ter seus direitos e garantias reconstituídos nas condições originalmente contratadas conforme o que ficou acordado com a recuperação judicial que a empresa enfrentava antes de falir.

Além disso, em 2019, a Grin e a Yellow somaram um prejuízo de quase R$ 350 milhões apenas no Brasil, segundo documentos apresentados no processo de recuperação judicial (RJ) aos quais o site Startups teve acesso.

Veja também

Para quitar parte das dívidas da empresa, o administrador judicial avaliará os bens da massa falida para vender no prazo máximo de 180 dias. O responsável ainda precisará apresentar um plano detalhado para o juiz, mostrando quanto cada bem vai gerar de lucro.

Grow, empresa de bicicletas e patins tem falência decretada (Foto: Divulgação)
Grow, empresa de bicicletas e patins tem falência decretada (Foto: Divulgação)

COMO SURGIU A EMPRESA?

Conforme o portal de notícias da Globo, a Grow surgiu da fusão entre as empresas de mobilidade compartilhada Grin e Yellow. Elas eram famosas pelas bicicletas sem estação e pelos patinetes elétricos que tomaram conta de grandes avenidas pelo Brasil entre 2018 e 2019. À época, ficou marcada pela presença massiva na Avenida Brigadeiro Faria Lima, berço do mercado financeiro de São Paulo.

Portal da Globo, G1, confirma fim de mega empresa queridinha no Brasil por conta de falência (Foto: Divulgação)
Portal da Globo, G1, confirma fim de mega empreendimento queridinha no Brasil por conta de falência (Foto: Divulgação)

COMO ELA ASSUSTAVA A UBER?

Como logo ela se tornou popular por seus patinetes e bicicletas sustentáveis, trajetos que antigamente eram feitos de Uber, as pessoas poderia optar por usar os transportes da empresa. Uma vez que ela tinha toda uma pegava ecológica, isso poderia ser um problema para a gigante. Mas, agora, está falida.

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Assuntos

falência

Quem escreve

Larisse Oliveira

Eu sou Larisse Oliveira, sou graduanda em Engenharia Ambiental, pelo Instituto Federal do Ceará. Escrevo sobre o mundo dos famosos desde 2019 e amo cobrir o mundo da televisão, em especial o Programa Silvio Santos, que é meu favorito da TV. Faço matérias aos finais de semana e atualizo o público sobre tudo que está rolando na TV e nas redes sociais dos queridinhos do momento. Email: [email protected]