Celebridades

Celebridades

Prisão de Latino é decretada por falta de pensão ao filho

Latino e seu macaco, Twelves, durante participação no "Programa do Porchat" (Foto: Edu Moraes/Record)
Latino (Foto: Edu Moraes/Record)
Latino e seu macaco, Twelves, durante participação no "Programa do Porchat" (Foto: Edu Moraes/Record)
Latino
(Foto: Edu Moraes/Record)

Por essa Latino não esperava. Isso porque o cantor  teve a prisão decretada pela juíza Cristiane de Sá Berbat, no último dia 19. Isso porque o rapaz não tem pagado uma pensão alimentícia para uma das mães de seus filhos, Jack Blandy, resultando em um acúmulo.

Segundo o jornal “Extra”, agentes já acompanham de perto os passos do cantor – que atualmente se divide entre São Paulo e Rio – para poder executar a ordem judicial. O valor total da dívida não foi revelado pela Justiça.

+Latino marca data do casamento com personal; saiba a data

Veja também

Latino vai se casar novamente

Ao que parece, o cantor Latino vai arriscar e casar pela quarta vez. Isso porque o rapaz pediu  a mão de Jéssica Rodrigues em casamento e compartilhou a novidade com seus fãs nas redes sociais, nesta última terça-feira, 26 de setembro.

“Tinha tudo para dar errado. Tinha tudo para não acender, pior, tinha tudo para não transcender. Como explicar tanto zelo, tanto amor, tanto carinho, tanta vontade de nos permanecer firmes?! Foi Deus que te desenhou para mim. Tudo isso para que pudéssemos aprender e suprir juntos todas as nossas vontades, aventuras e desejos”, escreveu o músico.

E completou: “Te quero hoje, amanhã e sempre. Mesmo com os altos e baixos, entre tapas e beijos. Minha amiga, irmã, filha, amante, namorada e agora noiva. Gratidão sempre! Meu porto seguro e meu encaixe mais que perfeito. Te amo muito”.

Veja agora: Apresentador galã de TV dá basta e resolve se assumir gay de vez: veja fotos   

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários