urgente

Está PROIBIDO: Veredito de Alexandre de Moraes no STF atinge em cheio trabalhadores da Uber e iFood no Brasil

09/06/2024 às 12h43

Por: Bianca Rayla
Imagem PreCarregada
Uber / iFood - Montagem: TVFOCO

Tudo sobre o veredito no SFT que atinge em cheio trabalhadores da Uber e iFood no Brasil

A Uber e o Ifood são duas das maiores empresas que agem por meio de aplicativos. Uma se destaca no ramo de viagens transportando passageiros, enquanto a outra é líder no ramo de delivery de comidas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Assim, é importante que todos saibam que, simplesmente, um veredito de Alexandre de Moraes no STF atinge em cheio trabalhadores da Uber e iFood no Brasil e o TV Foco traz todos os detalhes sobre o assunto, neste domingo (9).

De acordo com informações do portal Mundo Conectado, o STF decidiu que não há vínculo empregatício entre Uber e motoristas. O entendimento, que vale para plataformas como iFood e Rappi, foi definido em julgamento da primeira turma do tribunal.

Nas informações constam que a primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, derrubar uma decisão da Justiça do Trabalho que reconheceu o vínculo de emprego de um motorista com a plataforma Cabify.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


A decisão tem repercussões significativas para a relação entre empresas de aplicativos, como Uber e iFood, e seus motoristas, marcando um marco na chamada “uberização” do trabalho.

Veja também

Dito isso, é importante destacar também que além de derrubar a decisão que reconhecia o vínculo empregatício com a Cabify, os ministros também decidiram rejeitar a ação trabalhista sobre o caso que está no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Conforme foi divulgado pela fonte, a primeira turma do STF enfatizou que a Justiça do Trabalho está descumprindo o entendimento do Supremo no tema e insistindo em reconhecer relações de emprego onde a livre-iniciativa e a flexibilidade são características centrais.

Dito isso, salientamos também que, para o relator, ministro Alexandre de Moraes, a relação entre empresas de aplicativos e os motoristas representa uma “nova forma de trabalho” que possibilita o aumento de emprego e renda, além de promover a liberdade dos trabalhadores.

Moraes ainda na ocasião afirmou que reverter essa tendência seria inconstitucional e prejudicial à sociedade, enfatizando que a livre-iniciativa é um princípio fundamental consagrado na Constituição.

Como ser motorista da Uber?

Primeiro cadastre-se na Uber e envie uma foto da CNH com a observação “Exerce atividade remunerada – EAR”.

Em seguida, a Uber fará uma verificação de segurança e te avisará quando tudo estiver pronto; após a aprovação, basta enviar uma foto do seu CRLV e baixar o aplicativo; pronto: você já está liberado pra rodar!

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração. Meu e-mail é: bianca.rayla@otvfoco.com.br Minhas redes sociais são:

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.