Globo

Globo

Receita Federal aplica multas no valor de até 10 milhões em ‘guerra’ contra artistas da Globo

Atores estão sob investigação da Receita Federal (Imagem: Montagem)
Atores estão sob investigação da Receita Federal (Imagem: Montagem)

Atores da Globo estão na mira da Receita Federal e multas exigidas são em valores milionários

Em meio a um novo episódio da devassa que tem feito nos acordos de artistas que mantiveram contratos como PJ (pessoa jurídica) com a Globo nos últimos anos, a Receita Federal aplicou multa de 10 milhões em uma das atrizes investigadas. Sendo assim, o órgão do governo federal ampliou a ofensiva e passou a fiscalizar vínculos de autores e diretores.

Ao Notícias da TV, o advogado tributarista Leonardo Pietro Antonelli, que representa a maior parte das celebridades nessa ação, defende que as multas aplicadas pela Receita são um exemplo de confisco tributário e explica que tem atuado na tentativa de cancelar essas cobranças.

“A discussão travada pela Receita é que o artista estaria usando uma empresa (pessoa jurídica) para economizar o imposto de renda de 27,5%. Mas as empresas dos atores ofereceram à tributação de todas as suas receitas: pagaram PIS, Cofins, Imposto de Renda Pessoa Jurídica e contribuição sobre o lucro, ISS que, juntos, podem chegar a 20%. Então, com todo o respeito à Receita Federal, entendemos que todos os tributos devidos já foram pagos na pessoa jurídica (leia-se, empresa). Cobrar tudo de novo na [pessoa] física é estar cobrando duas vezes pelo mesmo serviço”, aponta o tributarista.

Veja também

A defesa dos artistas entrou com um recurso administrativo na própria Receita Federal. Nesse processo, não existe a necessidade do pagamento das multas aplicadas. Em alguns casos, os valores ultrapassam 10 milhões.

“Se esse ator teve uma participação nos resultados (lucros) da sua empresa de R$ 150 mil por mês nos últimos seis anos, o cálculo bate: a Receita Federal cobra o imposto de renda de 27,5% (mensal), acrescido de uma multa de 150%, mais o juro Selic. Parece-me um exemplo clássico de confisco tributário, pois tudo aquilo que o artista recebeu está sendo cobrado de volta (27,5% + 150% de multa + juros)”, explicou Antonelli.

Na ação, a Receita Federal tenta condenar a “pejotização”, relação de trabalho que o próprio órgão do governo federal reconhece como “comum”. Por lei brasileira “os serviços intelectuais, de natureza artística ou cultural, em caráter personalíssimo, sujeitam-se ao regime de tributação de pessoas jurídicas”.

Ainda são investigados autores, diretores e jornalistas. No mês de abril, o colunista do UOL, Ricardo Feltrin, antecipou com exclusividade que William Bonner e mais cerca de 20 profissionais que prestam serviços para a Globo, foram autuados. O canal carioca, vale dizer, é o principal alvo da operação contra a “pejotização”, que já atingiu jornalistas de Record, SBT e CNN Brasil.

ENTENDIMENTO EQUIVOCADO

O tributarista Leonardo Antonelli classifica o entendimento da Receita Federal em relação aos contratos PJ como equivocados.

“Sob a ótica da fiscalização, o contribuinte, seja ele ator, autor, diretor ou até mesmo jornalista, não poderia se valer de uma pessoa jurídica para prestar serviços. Essa visão, como dito equivocada, desconsiderada que a lei autoriza a prestação de serviços artísticos, culturais e intelectuais, através de empresa (leia-se, pessoa jurídica). É um retrocesso tributário se compararmos aos outros países, especialmente os Estados Unidos, onde a reforma tributária implementada pelo Donald Trump (Tax Act) fixou uma tributação uniforme para todas as empresas (flat rate), incentivando a pejotização e formalização”.

A defesa porém, mantém em sigilo os nomes de quem já recebeu as notificações de pagamento, mas na lista de investigados estão celebridades como Deborah Secco, Raynaldo Gianecchini, Malvino Salvador e Maria Fernanda Cândido.

Apresentador da Globo é demitido e causa revolta no público (Foto: Reprodução)
Artistas da Globo estão sendo investigados (Foto: Reprodução)

Veja agora: Apresentador galã de TV dá basta e resolve se assumir gay de vez: veja fotos   

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários