Celebridades

CelebridadesRecord

Record exibirá homenagem ao ator Caio Junqueira após morte

Caio Junqueira em cena do filme Tropa de Elite (Foto: Divulgação)
Caio Junqueira em cena do filme Tropa de Elite (Foto: Divulgação)
Caio Junqueira em cena do filme Tropa de Elite (Foto: Divulgação)
Caio Junqueira em cena do filme Tropa de Elite
(Foto: Divulgação)
O ator Caio Junqueira, que morreu nesta quarta-feira (23) aos 42 anos, após um grave acidente de carro no Rio de Janeiro, será homenageado pela Record com o filme Tropa de Elite.

+ Globo expulsa Vanderson do BBB19 após polícia ir à emissora

“Nesta quinta-feira (24/01) a Record TV exibirá no Cine Record Especial o filme “Tropa de Elite”, uma homenagem ao ator Caio Junqueira, que faleceu nesta quarta-feira”, informou a emissora por meio de nota enviada à imprensa.

Na Record, Caio Junqueira esteve nas novelas A Escrava Isaura (2004) e Ribeirão do Tempo – onde foi protagonista – (2010), na série A Lei e o Crime (2009), e nas minisséries José do Egito (2013), Milagres de Jesus (2014) e Conselho Tutelar (2015).

+ Romântico, Amado Batista aos 67 anos se abre para o amor e assume romance com jovem de 19 anos

TROPA DE ELITE

Veja também

Gênero: Ação

Produção: Brasil / 2007

Direção: José Padilha

Wagner Moura, Caio Junqueira, Milhen Cortaz, André Ramiro.

1997. O dia-a-dia do grupo de policiais e de um capitão do BOPE (Wagner Moura), que quer deixar a corporação e tenta encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente dois amigos de infância se tornam policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão em que atuam.

Classificação: 16 anos

Diretor de Hospital dá mais detalhes sobre a morte trágica de Caio Junqueira

Caio Junqueira em trabalho para a Record (Foto: Divulgação)

Foi no dia 15 de janeiro que Caio Junqueira sofreu um terrível acidente de carro. Enquanto o ator estava dirigindo pela altura do Monumento aos Pracinhas no Aterro do Flamengo, segundo informações do portal da Globo, G1, ele perdeu o controle do carro em uma curva perigosa, acabou batendo em uma árvore e capotou com o automóvel.

O caso foi tão grave que Caio Junqueira ficou preso entre as ferragens do carro e depois do resgate foi levado para um Hospital no Leblon em estado preocupante, mas sem risco de morte. De acordo com a publicação, os parentes de Caio informaram que ele precisou passar por uma cirurgia, já que quando foi resgatado estava com uma fratura exposta no braço. Porém, lamentavelmente, nesta quarta (23), Caio Junqueira faleceu e o diretor do Hospital onde ele estava sendo cuidado concedeu entrevista para o programa Hoje Em Dia, da Record, emissora que ele fez diversos trabalhos.

“Depois das primeiras 48 horas o quadro do Caio voltou a se agravar. Desde então, ele não teve uma resposta de melhora. A febre dele estava muito alta e, mesmo tomando os antibióticos, dos mais diversos que podiam ajudar no caso, não teve essa boa resposta. Essa noite o Caio começou a ter um problema renal, que levou a parada respiratória”, revelou ao vivo para a atração. O corpo já foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) e em breve sairão informações sobre o velório que acontecerá no Rio de Janeiro.

 

VÍDEO YOUTUBE: Luto! Anne Lottermann, do Faustão, encara a morte de perto

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários