Celebridades

Record pune jornalista do Domingo Espetacular acusado de assediar 12 mulheres e profissional se dá muito mal

O jornalista Gérson de Souza, que faz parte do Domingo Espetacular, da Record (Foto: Reprodução)
O jornalista Gérson de Souza, que faz parte do Domingo Espetacular, da Record (Foto: Reprodução)

Caiu como uma bomba a notícia de que Gérson de Souza, um dos principais jornalistas do Domingo Espetacular, está sendo acusado de assédio por pelo menos doze mulheres. Todas elas são profissionais do programa na Record e afirmaram que o colega roubava beijos e as confrontava com palavras obscenas.

Antes que a polêmica tomasse maiores proporções, a emissora tomou uma decisão mais que esperada e puniu o jornalista. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, ele foi afastado dos trabalhos no programa na manhã deste sábado (25). Ele compareceu na redação do Domingo Espetacular, mas logo foi embora.

+Vídeo de Cid Moreira aos 91 anos com dificuldades para andar vem à tona e jornalista faz desabafo chocante

Ainda segundo a publicação, a Record está esperando o desenrolar do caso para adotar medidas mais radicais, como uma possível demissão. O jornalista permanecerá com status de afastado até o dia 10 de junho, quando entrará de férias. Somente quando se encerrarem as investigações é que haverá uma decisão final da emissora.

SAIBA TUDO SOBRE O ESCÂNDALO

Importante repórter da Record, Gérson de Souza foi acusado por nada menos que 12 mulheres dos bastidores da emissora de assédio sexual. Grande parte das vítimas que foram importunadas pelo profissional fazem parte do Domingo Espetacular, e registraram sua queixa nesta quinta-feira (23).

De acordo com o Notícias da TV, as vítimas relataram que o comportamento inapropriado de Gérson já vem de muitos anos. Duas destas jornalistas registraram Boletim de Ocorrência por assédio sexual e difamação contra o jornalista, e outras cinco foram diretamente à área de Recursos Humanos da emissora paulistana, que fica no bairro da Barra Funda, na zona oeste.

+Chitãozinho surpreende, se alia a Bolsonaro e vira garoto propaganda do governo

Para uma das vítimas, duas atitudes de Gérson de Souza no Domingo Espetacular foram a gota d’água. “Ele chegou por trás e me beijou na boca. Ficou mostrando a língua e saiu dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento”, lamentou a produtora que atua atrás das câmeras, apura pautas e agenda entrevistas. “Ele começou a gritar na Redação que eu era incompetente, que meu trabalho é uma bosta”, relatou.

Gérson de Souza foi acusado de assédio por 12 mulheres (Foto: Reprodução/Record)
Gérson de Souza assediou pelo menos 12 mulheres (Foto: Reprodução/Record)

A publicação entrou em contato direto com o jornalista, que negou todas as acusações e afirma que tudo não passa de uma forma de vingança, já que realmente houve uma discussão sobre a forma que a jornalista trabalha. “Eu reclamei com a chefia da qualidade das pautas dela, era roteiro que não tinha o nome do entrevistado, que não tinha informações. Estou vendo isso como revanchismo. Tenho certeza de que ela está reagindo a uma observação”, disparou.

+ Luísa Sonza é acusada de odiar Carlinhos Maia, defende Whindersson Nunes e se revolta contra influencer

Gérson de Souza ainda pontuou que é de “uma época em que se brincava com mulheres” e que tudo não passa de um mal-entendido. A Record está apurando as acusações e orientando as vítimas a procurarem a polícia.

TV Foco no Youtube

Amor de Mãe

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics