Celebridades

Regina Duarte ignora o massacre da Ditadura e chega a cantar ao vivo em entrevista na CNN: “está louca”

Regina Duarte na CNN Brasil (Foto: Divulgação)
Regina Duarte na CNN Brasil (Foto: Divulgação)

Regina Duarte gerou polêmica e revolta durante entrevista ao vivo na CNN Brasil

A atriz Regina Duarte, atualmente Secretária especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro (Sem Partido), deu uma entrevista exclusiva ao jornalista Daniel Adjuto, da CNN Brasil, em seu gabinete em Brasília.

Ao vivo, Regina Duarte gerou polêmica e revolta nos telespectadores ao cantar uma música da época da Ditadura Militar no Brasil (1964 – 1985). Ela ainda minimizou as mortes causadas pelo governo autoritário durante o regime.

+Após escândalo, namorado de Gugu entra na Justiça por herança; saiba tudo sobre o suposto passado romântico entre eles

“Na humanidade, não para de morrer [gente]. Por que as pessoas ainda ficam ó [chocadas]? Não quero arrastar um cemitério de mortos nas costas”, disparou ela, ao vivo.

No meio da entrevista, Regina Duarte cantou a música Pra Frente Brasil que virou símbolo da época em que os militares governavam o país. “Não era gostoso cantar isso?”, questionou a atriz.

+Chocada! Apresentador da Globo se exalta, perde a paciência ao vivo e detona público: “Sem noção”

O jornalista ficou visivelmente constrangido com o posicionamento e alertou a secretária especial de Jair Bolsonaro que, durante o período da Ditadura no Brasil, várias pessoas foram censuradas, torturadas e até perderam a vida.

Sem papas na língua, a ex atriz da Globo minimizou as mortes da época e deixou os telespectadores chocados com seu posicionamento. “Se você falar vida, do lado tem morte. Sempre houve tortura, censura. Sou leve, estou viva. Estamos vivo, vamos ficar vivos? Não vive quem fica arrastando cordéis de caixões”, disse ela.

Regina Duarte
Regina Duarte, que integra o time de Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução / TV Globo)

Apresentador entra ao vivo e interrompe momento

Reinaldo Gottino, âncora da atração, logo após a fala de Regina Duarte, interferiu e alertou que não se deve minimizar as mortes causadas durante a Ditadura Militar como a ex atriz fez ao vivo.

+Luciano Huck quebra protocolo e entrega almoço na Globo e passeio de helicóptero por valor exorbitante

 “Acho que a gente não pode minimizar a questão da ditadura, isso tem que ficar claro”, disparou o apresentador da CNN Brasil.

Não demorou muito e os internautas se manifestaram nas redes sociais e ficaram assustados com o posicionamento da atriz. “Está louca”, disse um. “Vergonha”, disparou outro.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Raquel Souza