Renata Vasconcellos

Renata Vasconcellos e William Bonner, após delegacia e deixaram o JN, geram onda de terror e revolta: “Indignação”

William Bonner, Renata Vasconcellos
William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)

Renata Vasconcellos e William Bonner estão em maus lençóis

A situação de Renata Vasconcellos e William Bonner, âncoras do Jornal Nacional, principal telejornal do país, não é das melhores e jornalistas precisarão prestar depoimento em delegacia.

Isso porque, Renata e Bonner foram acusados de cometer um crime durante exibição do telejornal da emissora carioca. Então, os jornalistas foram intimados a prestar depoimento em uma polícia no Rio de Janeiro sobre o suposto crime de desobediência judicial.

+Leonardo, com Covid, se encontra com amigos, promove festa às escondidas e é detonado: “Sem noção”

O caso é referente ao escândalo que ficou conhecido como “rachadinhas” e que envolve o gabinete do atual senador Flávio Bolsonaro quando ele ainda era deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

Pra quem não lembra, em setembro deste ano, a Justiça do Rio de Janeiro proibiu que a Globo divulgasse documentos relacionados ao caso. Mas, em novembro, durante o Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos anunciaram que o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) tomou a decisão de pedir a cassação do cargo de senador de Flávio Bolsonaro após as acusações.

+Maju é traída, homem pede 800 mil e exige que jornalista entre às pressas para dar notícia na Globo: “Sentença”

Após o jornal da Globo noticiar o caso, o filho de Jair Bolsonaro abriu um inquérito contra William Bonner e Renata Vasconcellos.

Renata Vasconcellos e William Bonner no "Jornal Nacional" de ontem (Foto: Reprodução/TV Globo)
Renata Vasconcellos e William Bonner no “Jornal Nacional”
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Jornalistas recebem apoio

Apesar dos ataques que Renata e Bonner receberam, a a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) escreveu uma nota em que “considera as decisões dos magistrados e do ministro censura prévia, uma flagrante violação aos direitos humanos e à liberdade de imprensa. A censura é inaceitável em democracias, sobretudo quando o alvo da cobertura jornalística é uma pessoa pública cujo mandato foi outorgado pelo voto, o que lhe traz a obrigação de prestar contas à sociedade. Tampouco o fato de o processo correr sob sigilo é impedimento para a realização de reportagens a seu respeito, conforme entendimento do próprio STF”.

+Urgente! Ator Marco Ricca é internado aos 58 anos de idade e luta pela vida intubado: “Muito grave”

Além disso, a Associação se disse espantada por “terem sido Bonner e Renata os convocados a depor, e não Flávio Bolsonaro. (…) Nossa indignação vem do fato de que, uma vez mais, se tenta intimidar a imprensa e calar sua voz, num claro atropelo à Constituição”.

Vale dizer que os jornalistas sairão de férias e só devem retornar ao comando do Jornal Nacional no próximo ano.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Raquel Souza