Renato Aragão

Renato Aragão

Renato Aragão tem golpe contra humoristas descoberto, gera rebelião na Globo e nem morte alivia decepção

Renato Aragão, o Didi (Foto: Reprodução/TV Globo)
Renato Aragão, o Didi (Foto: Reprodução/TV Globo)

Renato Aragão, intérprete de Didi, teve inúmeras brigas de ego com os integrantes dos Trapalhões: Dedé, Mussum e Zacarias

Renato Aragão fez muito sucesso na pele do personagem Didi Mocó e levou alegria para milhões de brasileiros. O que muita gente pode não saber é que o humorista já se envolveu em brigas e causou decepções aos seus amigos do elenco dos Trapalhões, no tempo em que o quarteto ainda trabalhava junto na Globo.

Em 1983, o veterano provocou uma verdadeira rebelião entre os colegas de profissão, que alegavam não receber a mesma divisão dos lucros. Era injusto já que o programa dos Trapalhões era líder de audiência na época e todos os integrantes tinham seus respectivos fãs.

Dedé, Mussum e Zacarias ficaram tão insatisfeitos que romperam com a Renato Aragão Produções e criaram a própria produtora, chamada Demuza. Um dos principais motivos que levaram à insatisfação foi o fato do filme “O Cangaceiro Trapalhão” ter apenas o nome do intérprete de Didi em destaque nos cartazes.

O Jornal do Brasil revelou na época que todos os lucros dos Trapalhões iam metade para Renato Aragão e a outra metade era dividida entre os outros integrantes. Didi fez o filme “O Trapalhão na Arca de Noé” e o trio fez “Atrapalhando a Suate”, mas nenhum dos dois filmes fez sucesso.

RETOMARAM AMIZADE E PARCERIA

Os humoristas tiveram uma conversa seis meses após a separação e foi o próprio jornal O Globo que anunciou o retorno do grupo. Eles alegaram que os prejuízos, além de financeiros, também eram emocionais, já que não aceitavam a briga após tantos anos de amizade.

Veja também

“O que aconteceu conosco acontece a qualquer casal. A relação se desgastou. Uma gota d’água fez tudo entornar. Mas esse período em que ficamos distanciados nos fez aprender muita coisa, será difícil repetir os mesmos erros”, avaliou Renato Aragão. Boni, diretor da Globo naquela época, avaliou que seria uma péssima ideia colocar os Trapalhões no ar sem o quarteto formado.

PERDAS DOS COLEGAS

Apesar da reconciliação, o programa sobreviveu às duras custas até 1995, lidando com as mortes de Mussum e Zacarias. Além disso, documentários e relatos daquele tempo dão conta de que os artistas não conseguiram lidar com a arrogância e prepotência de Didi ao longo dos anos que trabalharam juntos na televisão.

Os Trapalhões fizeram episódio que ficou marcado por "prevê futuro". (Foto: Divulgação)
Os Trapalhões eram formados por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias (Foto: Divulgação/TV Globo)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Assuntos

Renato Aragão

Quem escreve

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários