Globo

Globo

Repórter da Globo é assaltado e quase perde a vida queimado: “Me colocaram na mala do carro”

Jony Torres, da TV Bahia, afiliada da Globo, foi assaltado (Foto: Reprodução)
Jony Torres, da TV Bahia, afiliada da Globo, foi assaltado (Foto: Reprodução)
Jony Torres, da TV Bahia, afiliada da Globo, foi assaltado (Foto: Reprodução)
Jony Torres, da TV Bahia, afiliada da Globo, foi assaltado (Foto: Reprodução)

O repórter Jony Torres, da TV Bahia, afiliada da Globo em Salvador, teve um baita susto na noite desta última segunda-feira, 17 de junho. O jornalista foi vítima de um assalto na cidade de Acajutiba, que fica a 182 km da capital do estado, Salvador. Ele teve seu carro incendiado quando ainda estava dentro dele, mas conseguiu escapar de algo pior.

+Paulo Betti é defendido pela namorada, que se revolta com acusações de racismo e manda recado desaforado

+Pedro Scooby é detonado, relação com os filhos dá o que falar e surfista se pronuncia sobre controvérsias

+Cynthia Senek, após cena de aborto em A Dona do Pedaço, revela trauma psicológico e peso de gravação: “Chorei do início ao fim”

Ele foi visitar sua família na cidade de Acajutiba e quando pensou que ficaria longe das notícias de violência, acabou se deparando com os assaltantes. Jony viajou para descansar, ficar alguns dias longe de tudo, mas viu o que a vítima sente quando tem a vida nas mãos de criminosos.

Veja também

Quando ele estava chegando à cidade foi abordado por três bandidos, que já foram logo avisando que era um assalto e que ele não deveria reagir. O repórter da Globo fez tudo o que eles disseram. Eles pediram o celular, mas o aparelho havia ficado em sua casa.

Revoltados, eles colocaram o jornalista na mala do carro e atearam fogo com Jony ainda no veículo. Ele conseguiu escapar antes do carro ficar totalmente queimado. O caso foi registrado na delegacia da cidade de Esplanada, que atende a região onde pertence Acajutiba.

Jony Torres (Foto: Reprodução / Globo)
Jony Torres (Foto: Reprodução / Globo)

Entretanto, em entrevista para a Rádio Metrópole, de Salvador, Jony afirmou que a violência do assalto aumentou porque ele foi confundido com um policial militar. Ele também contou que estava na cidade sem se programar, apenas por sentir saudade dos pais.

+Claudia Raia enfrenta primeiro dia das mães após falecimento, desaba e revela carta secreta e emocionante

“Os caras acharam meu rosto conhecido e um deles, que parecia ser adolescente, achou que eu era policial. Aí me colocaram na mala do carro. Me bateram e ficaram indignados, pois eu estava sem celular. Foi mais agressão psicológico do que física”, disse o repórter da Globo.

Há duas semanas, não se falava em outra coisa no Brasil que não fosse a acusação de estupro contra o jogador Neymar feita pela modelo Najila Trindade. Em meio a toda a polêmica, uma outra notícia acabou pegando o público de surpresa: o afastamento do repórter Mauro Naves dos trabalhos na emissora por envolvimento no caso.

Mas se engana quem acha que ele foi o último repórter a ser afastado do canal por motivos escandalosos. Quer saber mais? Clica aqui e confira!

VÍDEO YOUTUBE: Luto! Anne Lottermann, do Faustão, encara a morte de perto

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários