Globo

GloboNotícias da Televisão

Repórter da Globo sofre racismo e ameaças de morte após reportagem

Guilherme Belarmino no "Profissão Repórter" de ontem (15) (Foto: Reprodução/Globo)
Guilherme Belarmino no “Profissão Repórter” de ontem (15) (Foto: Reprodução/Globo)
Guilherme Belarmino no "Profissão Repórter" de ontem (15) (Foto: Reprodução/Globo)
Guilherme Belarmino no “Profissão Repórter” de ontem (15)
(Foto: Reprodução/Globo)

Integrante da equipe do programa “Profissão Repórter”, Guilherme Belarmino sofreu ataques racistas e ameaças de morte depois de reportagem realizada para o programa que foi ao ar nesta terça-feira (15).

Os ataques ao profissional  da Globo começaram após uma reportagem que tem o feminismo como tema, onde ele entrevistou Marcelo Mello, agressor denunciado pela blogueira feminista Lola Aronovich. Mello foi condenado em 2013 por racismo.

No “Profissão Repórter”, o agressor aparece em na reportagem partindo para cima da equipe do jornalístico e, desde então, tem escrito em seu perfil no Twitter, sobre “desovar esses tipos” e dar muita porrada em Belarmino. No momento, os tuítes de Mello estão inacessíveis, pois ele bloqueou o perfil na rede social.

Por meio de seu perfil no Twitter, Belarmino disse que vai levar o caso à Justiça, e lembrou o que aconteceu com Maria Júlia Coutinho, Taís Araújo e Cris Vianna.

 

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários