SUPERAÇÃO!

Falência e reviravolta: Empresa colossal rival da Zara e que sucumbiu no Brasil volta ao país após 10 anos


Empresa rival da Zyra volta ao Brasil (Foto: Reprodução - Diário do Comércio)

Após 10 longos anos, empresa ressurge das cinzas para retomar seu posto que antes era dividido com a Zara

A história de uma empresa que experimentou tanto sucesso quanto fracasso é sempre fascinante, especialmente quando ela retorna para desafiar as probabilidades. A trajetória da gigante varejista que uma vez competiu diretamente com a Zara e, eventualmente, desapareceu do cenário brasileiro por uma década, é uma narrativa repleta de altos e baixos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

A sua ressurgência após um período de falência não apenas evoca reflexões sobre resiliência empresarial, mas também lança luz sobre as complexidades do mercado de varejo e as dinâmicas econômicas em constante mudança do Brasil.

Loja da Zara (Foto: Reprodução - Diário do Comércio)
Loja da Zara (Foto: Reprodução – Diário do Comércio)

A sua reaparição promete não apenas agitar o cenário do comércio de moda, mas também suscitar questões sobre o que realmente determina o sucesso duradouro no mundo dos negócios.

Acontece que a marca espanhola de roupas Mango voltou ao Brasil em março de 2023, após 10 anos de sua saída do mercado brasileiro. A volta se deu através do e-commerce da Dafiti, que oferece peças femininas da marca em sua seção premium.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


“A chegada da Mango representa a execução da estratégia comercial prevista para a Dafiti. Apresentar cada vez mais um sortimento focado nas marcas mais desejadas do Brasil e do mundo, com exclusividade em relação à concorrência e com a melhor curadoria de moda para o nosso cliente. Seguimos nossa missão de trazer a moda do mundo todo para todo mundo”. Disse Fabio Fadel, CCO e Brazil Lead da Dafiti.

Veja também

Mango

Segundo a Revista Marie Claire, a entrada da Mango no mercado brasileiro fortalece a abordagem da Dafiti, que visa democratizar o acesso à moda global ao oferecer uma ampla gama de marcas nacionais e internacionais a preços competitivos, com entrega em todo o país.

Loja da empresa Mango (Foto: Reprodução - Diário do Comércio)
Loja da empresa Mango (Foto: Reprodução – Diário do Comércio)

Essa iniciativa reafirma o compromisso da Dafiti em tornar a moda acessível a todos, consolidando sua posição como líder no fornecimento de opções de estilo de forma conveniente e acessível.

A saída da Mango do Brasil em 2013 correu por vários motivos.

A empresa enfrentava problemas com a logística de importação e distribuição de seus produtos no Brasil. Isso resultava em atrasos na entrega e em custos mais altos.

Além disso, a alta carga tributária e os custos operacionais no Brasil eram um desafio para a empresa.

Na época, o mercado brasileiro de moda ainda não era tão maduro quanto é hoje. Havia uma forte concorrência com marcas nacionais e internacionais.

A Zara faliu?

Não, a Zara não faliu. A Inditex, empresa controladora da Zara, teve um lucro líquido de € 3,244 bilhões em 2023, um aumento de 4,3% em relação ao ano anterior.

A Zara é a principal marca da Inditex e representa cerca de 70% das vendas do grupo.

No entanto, a Zara está passando por algumas dificuldades:

  • Aumento dos custos de produção: A pandemia de COVID-19 e a guerra na Ucrânia causaram um aumento nos custos de produção. O que afetou a lucratividade da Zara.
  • Crescimento do e-commerce: O e-commerce vem crescendo rapidamente nos últimos anos, o que representa um desafio para a Zara, que tem uma forte presença no varejo físico.
  • Concorrência: Por fim, a Zara enfrenta uma forte concorrência de outras marcas de fast fashion, como H&M e Renner.

🚨 Exclusivo: Bia derruba campeões do BBB e Davi 'afunda' + venda da Globo? + Eliana rival de Portiolli         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Eu sou Wellington Silva, tenho 26 e sou apaixonado pelo mundo dos famosos e reality shows. Tenho formação em Técnico em Redes de Computadores pela EEEP Marta Maria Giffoni de Sousa e me considero redator por vocação. Sou aficionado pela vida dos artistas. Já trabalhei em sites focados em artistas musicais e atualmente trabalho em sites focados nas celebridades no geral. Faço matérias com foco em reality shows, salários dos famosos, cantores, e como um bom noveleiro que sou, sobre as grandes novelas. Posso ser encontrado nas redes sociais como: @ueelitu