Globo

GloboSBT

Saiba quanto a Globo pagou por pesquisa eleitoral e o que o SBT tem a ver com isso

dilma-x-marina-dilmabolada (1)
Eleições 2014

A Rede Globo encomendou, mais uma vez, uma pesquisa a um famoso instituto. De acordo com o colunista Lauro Jardin, da revista Veja, a emissora carioca pagou o valor de R$213.010,00.

A equipe saiu a campo hoje e termina a coleta de dados na quarta-feira, 03 de setembro, quando o canal vai divulgar o resultado no “Jornal Nacional”. Ou seja, a pesquisa vai pegar parte do impacto do debate do SBT, que irá ao ar no final da tarde de segunda-feira, 01.

Ainda de acordo com o colunista, além das questões costumeiras sobre preferências eleitorais, o instituto de pesquisa vai perguntar aos 2506 eleitores entrevistados sobre sua religião, costumes na internet e se são beneficiados por algum programa social.

Vale lembrar que no último levantamento, realizado nesta terça-feira (26) pelo mesmo instituto, aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada um. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Famoso é pego em sexo a 3 e esposa fala abertamente sobre traição

Quem escreve

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários