Como sacar o FGTS retido na Caixa: 4 maneiras infalíveis e 100% online

01/06/2024 às 10h00

Por: Bianca Santos
Imagem PreCarregada
Carteira de trabalho com uma imagem do FGTS. (Foto: Montagem / TV Foco)

A lei da CLT existe desde o dia 1º de maio de 1943, que garante vários direitos ao trabalhador, como 13º salário, férias remuneradas e pagamento do PIS/PASEP. Além deles, os brasileiros podem contar com o FGTS, que é o Fundo De Garantia do Tempo de Serviço, uma espécie de “poupança” do cidadão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Esse benefício foi criado para proteger o trabalhador de carteira assinada demitido sem justa causa. No início de cada mês, o empregador deposita um valor de 8% do salário bruto em uma conta no nome do funcionário.

Em 2024, a legislação permite vários tipos de saque além do tradicional que é o rescisão. Inclusive, o trabalhador pode optar pelo Saque-Aniversário, em que a Caixa libera parte do FGTS ao trabalhador no mês em que nasceu.

No entanto, a liberação é apenas de uma parcela do saldo. Mas existem alguns casos em que o CLT garante 100% do saldo, e é justamente sobre eles que detalharemos a seguir, com o passo a passo de Como sacar o FGTS retido na Caixa.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


  1. Saque Rescisão
  2. Saque Aposentadoria
  3. Saque Doenças Graves
  4. Saque Calamidade

Como sacar o FGTS retido na Caixa?

Antes de saber sobre os tipos de saque, é importante ressaltar que o ele pode ser feito pelo aplicativo do FGTS, que está disponível para baixar na Apple Store aos que têm Iphone, e na Play Store aos que têm celulares com sistema Android.

Veja também

  • Saque Rescisão

Pois bem, iniciando pelo mais tradicional e que a maioria dos trabalhadores já conhecem, temos o saque rescisão, que ocorre quando o cidadão é demitido sem justa causa.

Neste caso, a Caixa realiza a liberação do valor integral, além da multa rescisória, caso seja devida.

Conforme dito anteriormente, tudo é disponibilizado pelo próprio aplicativo do Fundo, onde o trabalhador escolherá o canal que deseja receber, como o banco em que tem uma conta bancária, por exemplo.

De acordo com a página oficial do FGTS, o recebimento no canal escolhido é de até 5 dias úteis, e caso o trabalhador não selecione nenhuma opção, o valor ficará disponível para saque em canais físicos de pagamento da própria Caixa.

App do FGTS. (Foto: Eliseu Geisler/Shutterstock)
  • Saque Aposentadoria

Como o próprio nome já diz, essa modalidade disponibiliza o valor integral assim que o trabalhador se aposenta no INSS. Inclusive, é válido também para aqueles que estão aposentados por invalidez.

Aos que se enquadram e querem saber como sacar o FGTS retido na Caixa, basta ler o passo a passo a seguir:

  1. Acessar o aplicativo e clicar em “Meus Saques”;
  2. Escolher a opção “Aposentadoria” e depois “Solicitar Saque FGTS”;
  3. Cadastrar uma conta bancária para o recebimento;
  4. Enviar os documentos e aguardar a aprovação da Caixa para o recebimento.
  • Saque Doenças Graves

O Saque do FGTS por enfermidade é garantido caso o trabalhador seja acometido por alguma das doenças listadas pelo portal oficial da Caixa. São elas:

  • Alienação Mental
  • Cardiopatia Grave
  • Cegueira
  • Contaminação por Radiação, com base em conclusão da Medicina Especializada
  • Doença de Parkinson
  • Espondiloartrose Anquilosante (Espondilite Anquilosante/Ancilosante)
  • Estado avançado da Doença de Paget (Osteíte Deformante)
  • Hanseníase
  • Hepatopatia Grave
  • Nefropatia Grave
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante
  • Tuberculose Ativa
  • HIV/AIDS
  • Neoplasia Maligna
  • Estágio Terminal de vida

Para garanti-lo, é necessário preencher o formulário de “Relatório Médico de Doenças Graves para Solicitação de Saque do FGTS”, disponibilizado no site da CAIXA, e o relatório deve ter sido emitido há menos de 1 ano.

É necessário ter a assinatura do médico com o CRM, bem como a certificação digital no padrão ICP – Brasil do responsável pelo atestamento. Exames médicos e laudos também devem ser inclusos no formulário, junto com o RG e CTPS.

Feito isso, para solicitá-lo, o trabalhador deve seguir as etapas no aplicativo do FGTS:

  1. Clicar em “Meus Saques” e escolher a opção “Outras Situações de Saques”;
  2. Selecionar “Doença Grave” como motivo;
  3. Informar se é titular ou dependente;
  4. Clicar em “Solicitar Saques do FGTS”;
  5. Cadastrar uma conta bancária para recebimento;
  6. Anexar os documentos solicitados e confirmar;
  7. Aguardar a confirmação da Perícia Médica Federal sobre a doença e a validação da CAIXA.
4 maneiras de como sacar o FGTS retido na Caixa. (Foto: Reprodução / Internet)
  • Saque Calamidade

Por último e não menos importante, o saque calamidade, que tem por intuito proteger o cidadão acometido por alguma emergência ou desastre natural, como alagamentos, deslizamentos de terra e fortes chuvas.

Ele é garantido caso o trabalhador tenha sua casa danificada, com a declaração oficial da Defesa Civil da cidade. O valor é de até R$6220 e deve respeitar o intervalo mínimo de 12 meses entre um saque e outro.

No entanto, no dia 07/05/2024, Lula baixou um decreto para dispensar esse intervalo no Rio Grande do Sul, diante das tragédias com as fortes chuvas que causaram centenas de mortes, justamente porque no ano anterior a região também foi afetada pelos alagamentos.

Pois bem, o saque pode ser realizado após o município entrar com o pedido de habilitação na CAIXA. O FGTS também lista o que considera desastre natural:

  • Enchentes ou inundações graduais;
  • Enxurradas ou inundações bruscas;
  • Alagamentos;
  • Inundações litorâneas provocadas pela brusca invasão do mar;
  • Precipitações de granizos;
  • Vendavais ou tempestades;
  • Vendavais muito intensos ou ciclones extratropicais;
  • Vendavais extremamente intensos, furacões, tufões ou ciclones tropicais;
  • Tornados e trombas d’água;
  • Desastre decorrente do rompimento ou colapso de barragens que ocasione movimento de massa, com danos a unidades residenciais.

Para solicitá-lo online, basta acessar o aplicativo do FGTS no celular e seguir o passo a passo:

  1. Clicar em “Solicitar Saque” e depois “Calamidade Pública”;
  2. Ler as condições e confirmar a solicitação;
  3. Selecionar o município na lista disponibilizada pelo banco;
  4. Informar o tipo de comprovante de endereço, seguido do CEP;
  5. Escolher entre receber o valor na sua conta bancária ou sacar presencialmente;
  6. Encaminhar o RG e comprovante de residência no nome do trabalhador, emitido até 4 meses antes do pedido;
  7. Tirar uma foto de rosto junto com o RG;
  8. Aguardar a aprovação da Caixa para o recebimento.

Para saber mais sobre benefícios como o FGTS, CLT e PIS/PASEP, acompanhe o TV Foco!

Em 2024, o Saque Calamidade está sendo liberado em vários municípios do Rio Grande do Sul, para auxiliar os cidadãos diante dos estragos fatais causados pelas fortes chuvas.

De acordo com a colunista Giane Guerra, do portal GZH, o valor sacado já supera R$1 bilhão.

Conclusão

O saque do FGTS é garantido por lei aos trabalhadores, sendo mais um dos benefícios da CLT para não deixar o cidadão em uma insegurança financeira em casos de demissão, doença, aposentadoria e situações de calamidade.

🚨 Didi na Globo + Ana Maria explode em indireta contra Global + Funcionária de Davi DETONA ele e irmã 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Bianca Santos. Graduada em Rádio, TV e Internet pela Anhembi Morumbi e Pós-Graduada em Assessoria de Comunicação e Redes Sociais na mesma instituição. Atuo na comunicação desde o ano de 2012, quando tinha 15 anos, e me aperfeiçoei na criação de conteúdo e redação ao longo das minhas experiências. Tenho vivência em ambientes corporativos, agências de entretenimento e emissoras de televisão. Apaixonada por falar sobre entretenimento, mundo dos famosos e audiências da TV. Posso ser encontrada através do número: (11) 91190-4486 Email: bianca.barbosa@otvfoco.com.br

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.