SBT

SBT fica “em luto” com perda de Chaves depois de rejeição de diretores e plano bombástico de versão brasileira da série

Chaves deixará de ser exibido pelo SBT após 36 anos. (Foto: Divulgação)
Chaves deixará de ser exibido pelo SBT após 36 anos. (Foto: Divulgação)

SBT demonstra tristeza ao ser impedido de exibir Chaves após 36 anos, mas quase rejeitou a série no passado

Hoje (31), os fãs brasileiros de Chaves ficaram abalados com a notícia de que a série mexicana deixará de ser exibida pelo SBT após 36 anos. Acontece que a emissora de Silvio Santos foi notificada pela rede Televisa para suspender a exibição da série até conseguir resolver um entrave com o Grupo Chespirito, comandado por Roberto Gómez Fernández, filho de Roberto Bolaños, criador do humorístico.

Nas redes sociais, o SBT demonstrou estar em “luto” com essa situação, chegando a compartilhar uma cena comovente de Chaves, no qual o protagonista vai embora da vila onde mora.

+ Filha de Bonner se expõe em vídeo mostrando lado íntimo demais, madrasta não resiste e escancara: “Agora já sei”

+ Eduardo Costa, após fim trágico, escancara irmã gata para milhões, divulga vídeo e faz anúncio bomba: “Sou suspeito”

+ Após ser ridicularizado por Renata Fan, Denilson se expõe e assume durante o Jogo Aberto: “Tem nem o que falar!”

E quem hoje vê essa comoção em torno da saída de Chaves da programação do SBT, deve imaginar que a série mexicana foi uma aposta segura de Silvio Santos e da emissora desde o início, já prevendo que a produção seria um enorme sucesso no Brasil. A grande verdade, no entanto, é que, no passado, a série quase foi rejeitada pelo canal.

Em 1981, Silvio Santos analisou alguns pacotes de programação de emissoras estrangeiras para complementar a grade do SBT, que havia sido inaugurado naquele mesmo ano, ainda com a marca TVS.

E entre esses pacotes estava o da Televisa, que oferecia diversas atrações a custo baixo, principalmente as suas tradicionais novelas. O problema é que a rede mexicana só aceitava fechar negócio se Silvio Santos adquirisse e exibisse todo o pacote no SBT, e que entre as atrações incluía a série El Chavo Del Ocho (Chaves), que foi exibida no México entre 1971 e 1980.

Porém, o humor ingênuo e a produção simples, que se tornariam marcas do sucesso de Chaves, não agradaram muito Silvio Santos e os diretores do SBT. Porém, após descobrir o real sucesso de Chaves na América Latina e ser aconselhado por José Salathiel Lage, que comandava o núcleo de dublagem da emissora na época, o dono do Baú mudou de opinião e decidiu dar uma chance à série.

VERSÃO BRASILEIRA

Assim, Chaves acabou se tornando um fenômeno de popularidade. E após quase rejeitar a produção, o SBT chegou a cogitar até mesmo uma versão brasileira da série, em 1997.

Àquela altura, os diretores da emissora avaliavam que a série mexicana já estava “ultrapassada” para a televisão. Silvio, então, decidiu trazer algo novo sem abrir mão da fórmula de Chaves, e procurou o próprio Roberto Gómez Bolaños, autor e estrela da série, para negociar uma adaptação para o Brasil.

Dois diretores do SBT foram enviados ao México para tratar das negociações. Bolaños, no entanto, querendo preservar a imagem de Chaves e alegando não ter tempo para se dedicar ao trabalho, não aceitou a proposta de Silvio Santos, fazendo com que o plano de uma versão brasileira da série nunca tivesse vingado.

O SBT só produziria sua própria versão de Chaves em 2011, mas somente como um especial, para comemorar os 30 anos da emissora, e com a participação de artistas da casa, como Carlos Alberto de Nóbrega, Ratinho, Alexandre Porpetone e Lívia Andrade.

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.