Notícias da Televisão SBT

SBT é acusado de obrigar funcionários a trabalharem mesmo com sintomas da covid-19 e um deles acaba morrendo

Emissora está sendo acusada de manter funcionários com suspeita de coronavírus trabalhando (Foto: Reprodução)
Emissora está sendo acusada de manter funcionários com suspeita de coronavírus trabalhando (Foto: Reprodução)

Funcionário do SBT morreu após ser obrigado a trabalhar na emissora em meio a surto do coronavírus nos bastidores do canal

O SBT como o TV Foco já noticiou anteriormente, vive um momento bastante complicado em sua sede no Rio de Janeiro. E após a morte do editor de imagens José Augusto Nascimento Silva, ocorrida nesta última segunda-feira (13), áudios enviados por ele em um grupo de Whatsapp, três semanas antes da sua morte, acabou vindo à tona e está causando uma grande polêmica. Nele, José Augusto acusa o SBT de negligência, dizendo que a emissora estava mantendo no trabalho, profissionais suspeitos de coronavírus.

De acordo com o Notícias da TV, em seu áudio, o editor de imagens se mostrou indignado com o descaso da emissora de Silvio Santos, dizendo que na sede do canal, estava o “epicentro do coronavírus na cidade do Rio de Janeiro”. Segundo ele, o SBT não deu a devida atenção a quem estava apresentando os sintomas logo no início, os obrigando a trabalharem normalmente enquanto não saísse o diagnostico da doença.

+Ritual de Neto se espalha nos corredores da Band e o que ele carrega no bolso vira assunto: “Macumba”

+Christina Rocha se envolve em polêmica no meio da rua, público não perdoa e detona: “Sem noção”

“Nenhum lugar no Rio de Janeiro tem mais casos suspeitos que no SBT. (…) Eu agora estou sob suspeita, inclusive com atestado de 14 dias que o doutor deu porque me calcei, sabe que não sou burro. Se tiver que processar essa turma eu vou processar. Acho de uma irresponsabilidade tremenda”, disse José Augusto no áudio.

Ele ainda citou a apresentadora Isabela Benito, que havia falado aos seus superiores que o seu marido estava com a suspeita da doença e mesmo assim foi obrigada a trabalhar durante uma semana. Somente após a confirmação de que o marido da apresentadora estava com o covid-19, e posteriormente, ela, o SBT resolveu afastar cerca de 35 funcionários, todos eles com suspeita do coronavírus, entre eles, José Augusto.

Em um outro áudio, o funcionário se mostrou bastante revoltado com a atitude do SBT em manter Isabela Benito trabalhando mesmo diante de uma suspeita da doença: “Estou revoltado, não só por mim, mas também pelos meus colegas. E ela continua apresentando o jornal. Dane-se os merchans, dane-se os comerciais, dane-se tudo. Ela tá com corona, pode ser assintomática, mas vai matar uma porção de gente”, disparou ele, que acabou morrendo aos 57 anos.

Nota da emissora

Ao Notícias da TV, através de uma nota o SBT lamentou a morte do funcionário e disse estar apurando internamento o caso, fazendo questão de deixar claro que a emissora está cumprindo com todas as medidas de prevenção necessária, recomendada pelo Ministério da Saúde.

“A direção do SBT manifesta seu profundo pesar pelo falecimento de seu colaborador, uma perda lastimável para todos, e presta toda a assistência à família, desejando que tenham força para superar este momento tão difícil. O SBT reitera que adotou as adequadas medidas para prevenção do contágio e enfrentamento dessa doença, atendendo as determinações dos órgãos de saúde e autoridades sanitárias, e desconhece a origem e circunstâncias dos áudios mencionados, e pede que todos tenham respeito e consideração pelas pessoas citadas”, diz a nota do canal.

José Augusto e Isabela Benito (Foto: Montagem)
José Augusto e Isabela Benito (Foto: Montagem)

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Bruno Silva

Bruno Silva é paraibano e atua na área como redator desde 2013, sempre trazendo notícias aos leitores com muita responsabilidade.