SBT

“Se a Globo me contratasse, eu faria um programa fantástico”, diz Ratinho

http://www.tvaudiencia.net/wp-content/uploads/2009/12/Ratinho-na-Coletiva.jpg

O apresentador do “Programa do Ratinho” no SBT, Carlos Massa, está cansado do estigma de popularesco e polêmico, mas reconhece que foi esse estilo de programa que impulsionou sua carreira na televisão na década de 1990. Além disso, Ratinho atesta que programas com formato mais popular não vão deixar de fazer sucesso no Brasil.

“Ele [jornalismo popular] vai continuar existindo porque você não muda a cultura e o modo de viver das pessoas. O Luciano Huck é um popular sofisticado, um caminho que a Globo achou para enfeitar. Se a Globo me contratasse eu faria um programa fantástico.

Eu não estou pedindo emprego na Globo porque estou ganhando bem aqui, mas se a Globo contratasse um Ratinho em um programa popular com toda a estrutura que ela tem…”, avalia o apresentador à IMPRENSA em entrevista concedida para a edição temática de TV de setembro.

Apesar de acreditar nesse modelo de programa, Ratinho diferencia o popular do sensacionalismo e acha que há um certo exagero na quantidade de notícias ruins veiculadas e na abordagem de alguns assuntos polêmicos. “Eu acho que sensacionalismo é tudo o que chama atenção acima do limite.

O caso Bruno, seja feito por nós, seja feito pelo Datena ou pela revista Veja é sensacionalismo. Pra mim esses casos são o sensacionalismo que são praticado por todos os veículos”, diz.

Esses dias eu entrevistei o Guilherme de Pádua aqui no programa e pronto, um monte de veículo me criticou. A revista Veja fez a mesma coisa que eu nessa semana e eu não vi ninguém bater na revista Veja. É aquele tipo de coisa, esse pode aquele não pode, isso eu não aceito”, finaliza.

Fonte: Portal IMPRENSA

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Deivison Lima

Escreve sobre Televisão desde 2008